text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Por que estudar Engenharia Aeronáutica

      
Por que estudar Engenharia Aeronáutica
Por que estudar Engenharia Aeronáutica  |  Fonte: Universia Brasil

Fique por dentro da sua futura carreira

Visite aqui o Universia Profissões

A Engenharia é um campo abrangente e muito presente no cotidiano. Pode aparecer na produção de alimentos, relacionada à Engenharia Agrícola ou de Alimentos, por exemplo; no trânsito (Engenharia Mecânica, Industrial) e na construção de casas, prédios e lojas, entrando no âmbito da Engenharia Civil ou de Materiais.

Mas para os que amam aviação ou sonham em trabalhar na NASA, a melhor opção é a Engenharia Aeronáutica. A seguir, conheça melhor a profissão:

O QUE FAZ O ENGENHEIRO AERONÁUTICO?

O engenheiro aeronáutico trabalha na construção de aeronaves e com a manutenção desses meios de transporte. Ele pode atuar com aviões, helicópteros, foguetes ou satélites. Também pode trabalhar com a área de infraestrutura de aeroportos, além de planejar linhas e administrar o tráfego aéreo. Além disso, entendem sobre a estrutura interna das aeronaves, incluindo toda a questão operacional.

Atualmente, o mercado de trabalho apresenta maiores oportunidades na indústria aeronáutica, assim como as fábricas de helicópteros. No entanto, locais como a Força Aérea, empresas específicas do setor e fornecedores de produtos também podem ser opções de trabalho.

GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AERONÁUTICA

O curso de graduação tem duração média de 5 anos e também pode ser denominado de Engenharia Aeroespacial por algumas instituições de ensino. Durante os dois primeiros anos de graduação, o estudante entra em contato com disciplinas básicas da engenharia, como Matemática, Física e Química. A partir do terceiro, começam a surgir as disciplinas voltadas para a Aeronáutica de fato, como Eletrônica e Dinâmica de Sistemas de Controle. 7

CONHECIMENTOS NECESSÁRIOS

O engenheiro aeronáutico precisa ter um conhecimento geral sobre todos os sistemas que envolvem os equipamentos, para que então consiga se destacar no mercado de trabalho. Como esse é um mercado em ascensão, principalmente na construção de helicópteros, é essencial que o profissional aprenda cada vez mais para tornar-se um forte competidor no mercado.

Para os profissionais que gostam da área, mas não tem interesse em cursar a graduação, existe a possibilidade de cursar um tecnólogo, em manutenção de aeronaves, por exemplo. A diferença principal é que esse curso será um recorte específico dentro da engenharia como um todo e o estudante não terá um diploma de engenheiro em si. Além disso, o tecnólogo tem duração te aproximadamente 3 anos.

Conheça a série Por que Estudar sobre as principais profissões

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.