text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Por que estudar Engenharia Hídrica

      
Por que estudar Engenharia Hídrica
Por que estudar Engenharia Hídrica  |  Fonte: Universia Brasil

Fique por dentro da sua futura carreira

Visite aqui o Universia Profissões

Para os que se identificam com as ciências exatas, a Engenharia é uma área repleta de oportunidades. O campo de atuação do engenheiro é bastante abrangente, indo desde a indústria de petróleo até o mercado financeiro.

Para escolher qual segmento é mais interessante, é preciso que o estudante pesquise sobre cada uma das áreas e, se possível, vivencie um dia da profissão. Para ajudar na decisão, confira a seguir as informações mais importantes sobre o curso de Engenharia Hídrica e veja se essa é a sua profissão do futuro.

MERCADO DE TRABALHO

O engenheiro hídrico atua na administração e na exploração dos recursos hídricos fazendo o planejamento do uso das águas com o objetivo de prevenir e diminuir ao máximo os impactos ambientais. Ele também pode realizar a elaboração de projetos, como redes de esgoto e de irrigação.

O profissional encontra oportunidades em obras, no setor elétrico, de saneamento, portuário e hidroviário. Principalmente por causa da preocupação com o meio ambiente, os profissionais formados em engenharia hídrica são cada vez mais procurados dentro do mercado de trabalho. Os estudantes que ingressam nesse setor tendem a ter boas oportunidades, inclusive de conseguir bons estágios supervisionados.

É possível atuar tanto na gestão de projetos, como na operação de reservatórios e na realização de estudos ambientais. O engenheiro hídrico também pode atuar restritamente na área de pesquisa, em que foca em encontrar soluções para os problemas existentes, além de criar novos projetos que tragam resultados positivos para o meio ambiente e para esse setor da engenharia.

GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA HÍDRICA

Durante a graduação, que costuma ter uma duração média de 5 anos, o estudante terá aulas de disciplinas básicas do curso de Engenharia e outras mais específicas. No entanto, é imprescindível que os estudantes aprendam bem os conceitos básicos para que consigam acompanhar as outras aulas, que por serem mais específicas, tendem a ser mais complexas.

Entre as disciplinas básicas, estão Matemática, Física, Cálculo e Química. Enquanto as mais complicadas são sobre hidrologia, microbiologia, legislação ambiental e diversas outras matérias que fazem com que o estudante entenda tanto os processos relativos à engenharia como ao meio ambiente, parte que deve ser levada muito em conta por esse tipo de engenheiro.

Conheça a série Por que Estudar sobre as principais profissões

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.