text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Como estudar para as profissões do futuro

      
Como estudar para as profissões do futuro
Como estudar para as profissões do futuro  |  Fonte: Shutterstock
Veja mais sobre emprego, carreira e dicas sobre o tema.

Com o passar dos anos, novas opções de carreiras vêm surgindo. As profissões, que estão cada vez mais tecnológicas, podem ser uma boa opção para os jovens que não estão interessados nos cursos tradicionais e ainda prometem trazer ótimos retornos financeiros.

Se você ainda não decidiu qual área deseja seguir, confira como estudar para as profissões mais promissoras do futuro. Para quem decidiu, vale a pena conhecer os novos segmentos e repensar a ideia:

NANOTECNOLOGIA

Trabalhando em escala manométrica com o desenvolvimento de materiais ou componentes associadas a diversas áreas de pesquisa e produção, o princípio básico da nanotecnologia é a construção de estruturas e novos materiais a partir dos átomos.

Por mais que a área se refira às “tecnologias pequenas”, o campo de atuação da profissão é enorme. A nanotecnologia pode ser estudada em cursos de biologia, engenharia química, química, engenharia elétrica, ciência ambiental e física.

TECNOLOGIA BIÔNICA

Indicada para pessoas interessadas em biologia e tecnologia. Nome dado à aplicação da engenharia para recriar processos biológicos, a tecnologia biônica pode ser usada para criar membros e órgãos funcionais.

Temas como química, medicina, ciência da computação e engenharia mecânica fazem parte da tecnologia biônica. As especializações de interesse podem incluir inteligência artificial, bioquímica, macro e microbiologia, tecnologia médica e engenharia neural.

ROBÓTICA

Robótica trabalha com sistemas compostos por partes mecânicas automáticas e controladas por circuitos integrados, ou seja, basicamente criando robôs, que estão sendo desenvolvidos para completar todos os tipos de tarefas diárias.

Os estudantes de robótica devem estar interessados em pesquisar e desenvolver máquinas autônomas usando técnicas para projetar, construir e controlar seus próprios projetos.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Capaz de programar computadores para “pensarem” e “agirem” de determinadas maneiras que imitem a inteligência humana, a inteligência artificial trabalha com programas para máquinas que consigam armazenar informações, resolver problemas, usar o raciocínio lógico, comunicar-se e interagir com o mundo físico.

Para estudar inteligência artificial, também é preciso estar apto a aprender sobre programação, psicologia, ciência cognitiva, matemática, engenharia neural e estatística.

Para estudar inteligência artificial, também é preciso estar apto a aprender sobre programação, psicologia, ciência cognitiva, matemática, engenharia neural e estatística.

Com a impressora 3D é possível produzir desde utensílios para o dia a dia até órgãos e outros itens voltados para a medicina – o que irá revolucionar o mercado. Enquanto instituições ainda não oferecem cursos voltados 100% para impressão 3D, é possível estudar mais a respeito nas aulas de arquitetura, engenharia biomédica, design, engenharia de projeto, engenharia de fabricação, ciência de materiais e engenharia estrutural.

SEGURANÇA CIBERNÉTICA

Um curso voltado para segurança cibernética irá ensinar sobre as mais recentes tecnologias usadas no controle e proteção de informações na web, apresentando tecnologias de software e hardware. A profissão trabalha com ética e a segurança e proteção contra crimes cibernéticos e cibercriminosos – oportunidades de atuação nessa área não param de crescer. O tema também pode ser visto em cursos de programação, sistema de informação e engenharia de software.

Leia também:
» 21 profissões novas da era digital
» Descubra 8 empregos que existirão no futuro


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.