text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Por que existe: o Dia da Pi

      
Por que existe: o Dia da Pi
Por que existe: o Dia da Pi  |  Fonte: Universia Brasil
Quer mais datas comemorativas? Conheça a série Por que existe

Se você acha que já viu data para comemorar tudo, nós temos mais uma para te apresentar: o dia do Pi. Sim, a constante matemática tem não uma, mas duas datas em sua homenagem. Nós explicamos por que, confira:

POR QUE ESSA DATA?

O Dia do Pi e o Dia da Aproximação do Pi são duas datas distintas que remetem, basicamente, à mesma coisa. A primeira acontece no dia 14 de março, dia do nascimento de Albert Einstein e a primeira celebração aconteceu no museu Exploratorium, em São Francisco, nos Estados Unidos, em 1988. O público e funcionários marcharam em espaços circulares do local e se deliciou com tortas de frutas - porque, em inglês, torta significa pie, o que tem uma pronúncia idêntica a Pi. O fundador foi Larry Shaw, que fazia parte da equipe do museu.

O Dia da Aproximação do Pi, por sua vez, pode ser celebrado em diferentes datas - todas com referências matemáticas. São elas: 26 de abril (ou 25 em anos bissextos), quando a Terra completa dois radianos em sua volta; em 22 de julho porque 22/7 é uma antiga aproximação de Pi, em 10 de novembro (ou 9 em anos bissextos) por ser o 314º dia do ano e em 21 (ou 20 em anos bissextos) de dezembro, precisamente às 1h13, que é quando é comemorada a aproximação chinesa 355/13.

Leia também:
» Por que existe: o Carnaval
» Por que existe: o aniversário de São Paulo


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.