text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

O que fazer em uma entrevista de emprego se está com o lado emocional abalado

      
O que fazer em uma entrevista de emprego se está com o lado emocional abalado
O que fazer em uma entrevista de emprego se está com o lado emocional abalado  |  Fonte: Universia Brasil
Notícias Seu Emprego, Universia Brasil

SEU EMPREGO

Recrutadores convidados pela Universia Brasil falam sobre como conseguir um emprego, mercado de trabalho e desenvolvimento profissional. Acompanhe a série

Cadastre seu CV grátis na Universia Emprego

Cadastre grátis aqui

Problemas são inevitáveis e não têm hora certa para aparecer – inclusive, parecem surgir nos momentos mais inadequados.

Mas, para sair-se bem em algumas situações, é preciso saber lidar com eles.

Em uma entrevista de emprego, por exemplo, por mais que o candidato esteja incomodado com problemas particulares, deve aprender a manter o equilíbrio caso queira conquistar a vaga disputada – afinal, assuntos pessoais serão discutidos por cima na conversa, que tem caráter 100% profissional.

Características comportamentais são constantemente avaliadas durante uma entrevista. Por isso, para o candidato conquistar a oportunidade, precisa mostrar que está preparado psicologicamente para enfrentar desafios, que não serão poucos, na nova empresa.

Naturalmente, alguns assuntos trazidos pelo entrevistador podem despertar pontos de fraqueza no candidato que está com emocional abalado – mas ele deve procurar manter uma conduta profissional. Respostas como “não me sinto bem em tocar nesse tema” bastam para que o recrutador mude o conteúdo discutido.

Há casos de candidatos que insistem em responder um tema delicado e começam a trazer para entrevista problemas familiares, na faculdade e até mesmo de relacionamento para justificar seu posicionamento na entrevista e, até mesmo, interesse na vaga proposta. Essa atitude transparece uma imagem negativa para o entrevistador e é interpretada como instabilidade e imaturidade profissional.

A transparência é fundamental em um processo seletivo, mas existem assuntos que não devem ser pautados ao longo das etapas. Por esse motivo, um candidato que esteja psicologicamente abalado pode, antes de comparecer à entrevista de emprego, procurar conversar com amigos, familiares e até mesmo especialistas. O desabafo é essencial para identificar o motivo do problema e procurar resolvê-lo, mas não pode ser feito durante o encontro profissional.

Fale com os Recrutadores

Tem dúvidas sobre como conseguir um emprego? Conecte-se ao Facebook e envie sua pergunta no final da página. Nossos especialistas responderão.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.