text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Por que não falar mal de empresas antigas durante uma entrevista de emprego

      
Por que não falar mal de empresas antigas durante uma entrevista de emprego
Por que não falar mal de empresas antigas durante uma entrevista de emprego  |  Fonte: Universia Brasil
Notícias Seu Emprego, Universia Brasil

SEU EMPREGO

Recrutadores convidados pela Universia Brasil falam sobre como conseguir um emprego, mercado de trabalho e desenvolvimento profissional. Acompanhe a série

Cadastre seu CV grátis na Universia Emprego

Cadastre grátis aqui

Algumas perguntas são comuns durante entrevistas de emprego – especialmente as voltadas para formação acadêmica e experiências profissionais. Isso significa que, em algum momento da conversa, o candidato será questionado sobre seus empregos anteriores. Nessa hora, é preciso ter cuidado: falar mal de outras empresas é o que mais pode prejudicar a imagem de um profissional no meio corporativo.

A experiência pode ter sido péssima, mas não é indicado que o profissional coloque a culpa de sua saída em erros da organização ou de colegas de trabalho. Se o candidato fala mal de uma companhia em uma entrevista de emprego, passa a impressão que fará o mesmo com a que está concorrendo para a vaga.

Quando pergunta sobre as empresas anteriores e os motivos de saída, o entrevistador quer ter certeza de que o profissional não agirá da mesma forma com a oportunidade em questão. Por isso, o candidato tem uma série de respostas que pode dar, de acordo com a sua situação.

Ao pedir demissão em um curto período de tempo, por exemplo, pode falar que não se adaptou à cultura organizacional da empresa. Se algo ou alguém o desmotivou de continuar na organização, pode comentar que estava em busca de novos desafios profissionais e queria desenvolver sua carreira em um local diferente.

Há uma série de explicações que o candidato pode dar de acordo com sua realidade. Não pedimos para que o profissional minta, muito pelo contrário, apenas que explique de uma forma mais direta e racional os motivos que o fizeram procurar novas vagas no mercado.

Quando citam más experiências em empregos anteriores, os candidatos também podem fazer com que a conversa tome um rumo diferente do esperado. Quando o profissional decide contar todo o desenrolar das histórias que o fizeram desistir dos empregos anteriores, pode atrapalhar o andamento da entrevista e, inclusive, o tempo que havia sido programado para ela.

Quando conduzimos um processo seletivo na Universia Brasil valorizamos a transparência do candidato acima de tudo. Mas é necessário ter bom senso para não prejudicar a imagem perante o entrevistador.

Ou seja: falar mal das experiências profissionais anteriores não é uma boa opção. Um profissional que age dessa maneira pode passar a imagem de imaturo e demonstrar que não sabe separar o profissional do pessoal. E, em alguns casos, ainda pior: revelar informações internas de uma companhia pode ser interpretado como falta de ética. Tudo depende da maneira como o candidato se posiciona, mas é preciso tomar cuidado.

Fale com os Recrutadores

Tem dúvidas sobre como conseguir um emprego? Conecte-se ao Facebook e envie sua pergunta no final da página. Nossos especialistas responderão.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.