Notícias

Optando pela Matemática: licenciatura e bacharelado

      
A licenciatura em matemática é o caminho escolhido pelos estudantes que desejam seguir o caminho do ensino da disciplina, formando docentes para atuar no ensino da matemática, tanto na educação fundamental quanto no ensino médio.
A licenciatura em matemática é o caminho escolhido pelos estudantes que desejam seguir o caminho do ensino da disciplina, formando docentes para atuar no ensino da matemática, tanto na educação fundamental quanto no ensino médio.  |  Fonte: istock

Desde então, a disciplina ocupa uma posição central na formação dos jovens alunos durante toda sua educação básica, durante a qual também é ramificada em:

  • Desenho geométrico;

  • Geometria;

  • Educação Financeira; e

  • Para algumas escolas, há ainda a inclusão de cálculo na grade do ensino médio;

Além das diversas áreas da matemática, ela serve de base em outras disciplinas como Física, Química, Biologia e até mesmo em matérias associadas a chamada área de humanas, como História, Geografia e Português. O raciocínio lógico matemático é fundamental para o dia a dia e, portanto, o profissional formado no curso de licenciatura em matemática clama por uma maior valorização no mercado.

Graduação de matemática

O curso de graduação costuma ter uma duração de cerca de 3 ou 4 anos, mas no caso dos alunos que optam pela licenciatura em matemática, frequentemente, é exigido a complementação com mais 1 ano para cursar as disciplinas relativas à educação e pedagogia. Geralmente, há ainda o requisito do cumprimento de créditos relativos ao estágio obrigatório em uma escola, como professor assistente.

É possível encontrar cursos de matemática na modalidade presencial e a distância, sendo que em ambas as opções o aluno terá disciplinas como:

  • Teoria dos números;

  • Cálculo;

  • Geometria Analítica;

  • Álgebra; 

  • Probabilidade e Estatística.

Em ambos os casos, para obtenção do diploma de graduação será exigido um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) após o cumprimento de todos os créditos com êxito.

Perfil do aluno de matemática

Se você está se perguntando se tem o perfil para ingressar em uma graduação de matemática, seja ela bacharelado ou licenciatura, saiba que existem algumas características bastante marcantes nestes alunos, como:

  • Interesse por desafios lógicos;

  • Interesse em inovação e áreas correlatas;

  • Facilidade com números, contas e raciocínio lógico;

  • Vontade de compartilhar o conhecimento e ensinar os demais, para aqueles que optam pela licenciatura em matemática.

É claro que o perfil de um aluno de bacharelado ou licenciatura em matemática se confunde com o de carreiras como Engenharia, Física, Estatística, Economia e tantas outras que são carreiras atribuídas ao ramo das ciências exatas.

A opção pela matemática deve ser feita com base em uma análise a fundo da matriz curricular dos cursos combinada com suas perspectivas de atuação na vida profissional. Isto pois, existem carreiras que exigem uma determinada formação ou ainda que estão muito mais próximas de outras graduações.

As diferenças entre a licenciatura e bacharelado

Sem dúvida, o bacharelado e a licenciatura em matemática têm áreas de atuação bastante distintas. Enquanto a licenciatura forma profissionais que estarão dedicados no ensino dos nossos jovens ao longo de suas vidas escolares, os bacharéis têm a opção de atuação em empresas nos mais variados segmentos de mercado. 

Perceba que apenas um profissional com formação em licenciatura em matemática é que poderia ministrar aulas dentro de sala de aula, não sendo esta uma opção para o bacharel. No entanto, muitas graduações em matemática oferecem ao aluno a opção de seguir o bacharelado e depois mudar para licenciatura sem maiores problemas.

Perspectivas do mercado e carreira

Um dos grandes problemas que enfrenta o professor é a falta de valorização, que se reflete nos baixos salários. O MEC estabelece como piso salarial do magistério o valor de R$ 2.557,74, mas esse valor pode variar muito de acordo com o Estado onde vive, em qual série dá aulas e se atua na rede pública ou privada de ensino.

Em uma pesquisa de 2015, descobriu-se que um professor estadual ganha apenas R$ 16,95/hora, em média. Esses valores podem ser muito mais altos quando pensamos nas grandes escolas particulares dos centros urbanos, como Rio de Janeiro e São Paulo, mas, infelizmente, esta não é a realidade de todo o país. Portanto, a matemática se apresenta como uma carreira com múltiplas frentes de atuação, mas que requer paixão pelos números e dedicação profissional.



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.