text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Entrevista

Construção da cidadania: Culpa de todos ou responsabilidade de nenhum?

      
Construção da cidadania: Culpa de todos ou responsabilidade de nenhum?

Marcio Cardoso Christ

Coordenador do curso de Relações Internacionais da FACHA - Faculdades Integradas Hélio Alonso.

Nesta semana, a série "Opinião" aborda a construção da cidadania. O convidado desta edição é Marcio Cardoso Christ,coordenador do curso de Relações Internacionais da FACHA - Faculdades Integradas Hélio Alonso.

 

O que significa ser um cidadão hoje?

Hoje, mais do que nunca, ser cidadão significa tomar conhecimento sempre dos fatos mais importantes que ocorrem no entorno do nosso universo nos mais diferentes níveis: pessoal; profissional; habitacional e global.  Não podemos apenas dizer: Eu não tinha conhecimento!   Eu não fui informado!  Eu não sabia!  Com o acesso que temos hoje aos mais diversos meios de comunicação, estas desculpas não podem mais ser aceitas.  Como cidadãos devemos tomar partido, expressar nossas opiniões, sejam elas quais forem, agradando ou não.  Devemos também valorizar nossa capacidade  de contribuir com o desenvolvimento social, político e econômico, mesmo que seja apenas em trabalhos de voluntariado ou em pequena escala. O importante é participar e não se omitir. Ser cidadão é estar e ser uma pessoa atuante. É ter comprometimento. Ser ético e profissional.

 
Quais devem ser os direitos e deveres dos cidadãos em 2015?

·         Participar ativamente do processo de desenvolvimento social, político, educacional e ambiental da nossa comunidade; cidade; país e até mesmo do mundo, objetivando o bem comum e não o bem pessoal.
·         Não nos calarmos diante dos problemas mais graves com os quais nos deparamos a cada dia. Podemos e devemos contribuir sempre. Não devemos nos acomodar e nos fechar em nosso universo acreditando que nele teremos toda a segurança necessária.
·         Respeitar as diferenças em todos os níveis.
·         Contribuir para o desenvolvimento educacional do país e do mundo pois todos nós sabemos que a educação é a chave de vários problemas pelos quais passamos. Não temos mais espaço para a ignorância e exclusão educacional.
·         Cobrar do governo uma política mais transparente e o combate à corrupção.
·         Denunciar os órgãos públicos nas 3 esferas que não estejam desempenhando seu papel.
·         Lutar por um sistema judicial mais eficaz, mais rápido e menos burocratizado.
 
 
Qual deve ser o papel do governo, da sociedade civil, a opinião pública, as escolas e universidades na construção de cidadãos-modelo?
Esta é uma responsabilidade de todos nós. Cada um pode e deve contribuir de alguma forma, numa esfera pública ou privada, de pequeno ou de grande porte, não importa de que tipo. A sociedade pode e deve cobrar; o governo deve fazer e as escolas e universidades devem formar, informar e fomentar a análise crítica  dos jovens cidadãos. Juntos poderemos alcançar algum resultado. Se agirmos isoladamente precisaremos de muito mais tempo para podermos perceber alguma mudança. 
 

O que você considera que é preciso para construir uma cidadania exemplar?

Educação. Educação. Educação.

 
Quais são alguns exemplos de ação cidadã que nos traz mais perto do ideal? Qual empresa poderia ser considerada como exemplar?
Ações de responsabilidade social e ambiental; voluntariado em todos os níveis e para todas as áreas; acesso à informação sem distorções dos fatos; respeito as individualidades. Hoje no Brasil e no mundo acredito eu, várias empresas começam a desempenhar, ainda parcialmente, este papel. Neste momento me veio à mente no Brasil a NATURA e a VALE.



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.