text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Brasil e Reino Unido fazem acordo para reconhecer diplomas estrangeiros de pós-graduação

      
<p>Representantes do <strong>Ministério da Educação (MEC)</strong> e o governo do Reino Unido se reuniram nesta semana em comissão para discutir <strong><a title=Universidades públicas poderão cobrar pelos cursos de pós-graduação e mestrado href=https://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2015/10/29/1133052/universidades-publicas-poderao-cobrar-cursos-pos-graduacao-mestrado.html>processos de diplomação de mestrados e doutorado</a></strong> dos dois países e tentar articular maneiras de aumentar o reconhecimento mútuo de <strong>diplomas de pós-graduação</strong> entre as duas nações, em um acordo inédito para o Brasil.</p><p> </p><p><span style=color: #333333;><strong>Você pode ler também:</strong></span><br/><a title=Curso grátis de inglês para universitários e pós-graduandos href=https://noticias.universia.com.br/educacao/noticia/2016/03/28/1137749/curso-gratis-ingles-universitarios-pos-graduandos.html>» <strong>Curso grátis de inglês para universitários e pós-graduandos</strong></a><br/><a title=Brics firmam acordo para Universidade em Rede href=https://noticias.universia.com.br/estudar-exterior/noticia/2015/11/26/1134149/brics-firmam-acordo-universidade-rede.html>» <strong>Brics firmam acordo para Universidade em Rede</strong></a><br/><a title=Todas as notícias de Educação href=https://noticias.universia.com.br/educacao>» <strong>Todas as notícias de Educação</strong></a></p><p> </p><p>Foi firmado um protocolo de intenções entre o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, e o embaixador do Reino Unido no País, Alexander Ellis. Também assinaram o acordo o assessor sênior do Governo Britânico para assuntos científicos, Sir Mark Walport, e o presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Carlos Nobre.</p><p> </p><p>Segundo o presidente da Capes, o Reino Unido e o Brasil têm sistemas equivalentes de avaliação de <strong>programas de pós-graduação</strong>, fazendo com que o diploma seja automaticamente aceito. Agora, a expectativa é que o acordo de reconhecimento mútuo já passe a valer a partir do próximo semestre.</p><p> </p><p>O objetivo da iniciativa é garantir qualidade de ensino e chegar a uma solução comum de compreensão dos <strong>sistemas de ensino e graus acadêmicos</strong> em diferentes países. Atualmente, <strong><a title=Inglês e pós-graduação refletem em melhores salários, diz pesquisa href=https://noticias.universia.com.br/carreira/noticia/2015/11/23/1133961/ingles-pos-graduacao-refletem-melhores-salarios-diz-pesquisa.html>os alunos interessados em tornar o diploma de mestrado ou doutorado no exterior</a></strong> reconhecido no Brasil precisam procurar uma instituição que tenha curso similar aos recomendados pela Capes, como nota igual ou superior a 3, para dar entrada no processo.</p><p> </p><p><strong>Graduação no exterior</strong></p><p>No caso dos <strong>cursos de graduação</strong>, o reconhecimento é mais difícil, já que os cursos contam com diferenças bastante profundas de conteúdo e sistema de ensino Por isso, o reconhecimento de diplomas internacionais começará pelos cursos da pós-graduação, que contam com mais semelhanças.</p><p><a href=https://www.universia.com.br/estudar-exterior target=_blank><img style=display: block; margin-left: auto; margin-right: auto; title=Estudar no Estrangeiro src=https://imagenes.universia.net/gc/net/images/movilidad/e/es/est/estudarnoestrangeiro.jpg alt=width=undefined height=undefined/></a></p>
Fonte: Shutterstock

Representantes do Ministério da Educação (MEC) e o governo do Reino Unido se reuniram nesta semana em comissão para discutir processos de diplomação de mestrados e doutorado dos dois países e tentar articular maneiras de aumentar o reconhecimento mútuo de diplomas de pós-graduação entre as duas nações, em um acordo inédito para o Brasil.

 

Você pode ler também:
» Curso grátis de inglês para universitários e pós-graduandos
» Brics firmam acordo para Universidade em Rede
» Todas as notícias de Educação

 

Foi firmado um protocolo de intenções entre o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, e o embaixador do Reino Unido no País, Alexander Ellis. Também assinaram o acordo o assessor sênior do Governo Britânico para assuntos científicos, Sir Mark Walport, e o presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Carlos Nobre.

 

Segundo o presidente da Capes, o Reino Unido e o Brasil têm sistemas equivalentes de avaliação de programas de pós-graduação, fazendo com que o diploma seja automaticamente aceito. Agora, a expectativa é que o acordo de reconhecimento mútuo já passe a valer a partir do próximo semestre.

 

O objetivo da iniciativa é garantir qualidade de ensino e chegar a uma solução comum de compreensão dos sistemas de ensino e graus acadêmicos em diferentes países. Atualmente, os alunos interessados em tornar o diploma de mestrado ou doutorado no exterior reconhecido no Brasil precisam procurar uma instituição que tenha curso similar aos recomendados pela Capes, como nota igual ou superior a 3, para dar entrada no processo.

 

Graduação no exterior

No caso dos cursos de graduação, o reconhecimento é mais difícil, já que os cursos contam com diferenças bastante profundas de conteúdo e sistema de ensino Por isso, o reconhecimento de diplomas internacionais começará pelos cursos da pós-graduação, que contam com mais semelhanças.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.