text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Let's Talk: certificados internacionais - o que são e para que servem?

      
<p>Os <strong>certificados de idiomas</strong>, também conhecidos como <strong>Certificação Internacional de Proficiência em Idiomas</strong>, são diplomas reconhecidos em todo mundo, pois comprovam o nível de conhecimento em determinada língua.</p><p> </p><p><span style=color: #333333;><strong>Veja também:</strong></span><br/><a style=color: #ff0000; text-decoration: none; text-weight: bold; title=Siga a coluna Let's Talk href=https://noticias.universia.com.br/tag/coluna-Lets-talk/>» <strong>Siga a coluna Let's Talk</strong></a></p><p> </p><p>Seja para os <strong>Estados Unidos, Inglaterra, Canadá, França, Espanha, Itália</strong> ou qualquer outro local escolhido, a pessoa terá que comprovar que está apto para estudar, trabalhar e se comunicar. Para isso, é obrigatório apresentar um certificado de proficiência na língua que ateste seus conhecimentos.</p><p> </p><p>É interessante saber qual a exigência específica, ou seja, o nível mínimo de proficiência, para ser admitido em uma Universidade ou candidatar-se a uma vaga em empresa internacional. Ter familiaridade com as classificações utilizadas no padrão internacional de descrição de habilidades linguísticas também é essencial.</p><p> </p><p>Veja, a seguir, na tabela como funciona o <strong>Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas</strong> (CEFR, na sigla em inglês):</p><p style=text-align: left;><br/><br/><strong>NÍVEL DE DOMÍNIO</strong><strong>  </strong>             <strong>       </strong></p><p style=text-align: left;><strong>Domínio Pleno - C2</strong>  <em>(Classificação no CEFR)</em><br/><strong>Proficiência operativa eficaz - C1</strong> <em>(Classificação no CEFR)</em><br/><strong>Usuário independente - B2 </strong><em>(Classificação no CEFR)</em><br/><strong>Intermediário - B1</strong> <em>(Classificação no CEFR)</em><br/><strong>Básico - A2</strong> <em>(Classificação no CEFR)</em><br/><strong>Iniciante - A1 </strong><em>(Classificação no CEFR)</em></p><p style=text-align: left;> </p><p><strong>1 - INGLÊS<br/><br/></strong></p><p><strong>TOEFL - Test of English as a Foreign Language</strong></p><p>É o <strong><a title=Let’s Talk: nível de inglês e certificados exigidos em programas de bolsas de estudo no exterior? href=https://noticias.universia.com.br/educacao/noticia/2016/04/18/1138381/lets-talk-nivel-ingles-certificados-exigidos-programas-bolsas-estudo-exterior.html>principal certificado do idioma</a></strong>. Com validade de- dois anos, é aceito em grande parte das universidades dos Estados Unidos e muitas da Europa, mediante uma nota mínima estabelecida.</p><p>O TOEFL avalia o domínio de inglês do candidato, dentro de um ambiente acadêmico. Algumas instituições brasileiras adotam o certificado como pré-requisito. Há diferentes modalidades de prova. Para mais informações, <strong><a title=site do TOEFL href=https://www.ets.org/pt/toefl/ target=_blank>entre no site do TOEFL</a></strong>.</p><p> </p><p><strong>TOEIC - Test of English for International Communication</strong></p><p>É um certificado mais prático, <strong><a title=4 idiomas falados por profissionais de sucesso href=https://noticias.universia.com.br/carreira/noticia/2016/03/01/1136852/4-idiomas-falados-profissionais-sucesso.html>voltado para área corporativa</a></strong>. A base da avaliação são situações reais de trabalho – reuniões, viagens e ligações telefônicas, por exemplo – e a nota não tem validade definida, a priori.</p><p>O inglês americano predomina, mas o candidato pode se deparar com um exercício de compreensão oral em que se ouça sotaque britânico ou australiano. Mais informações <strong><a title=site do TOEIC href=https://www.ets.org/toeic target=_blank>no site do TOEIC</a></strong>.</p><p> </p><p><strong>CAMBRIDGE - First Certificate in English (FCE), Certificate in Advanced English (CAE) e Certificate of Proficiency in English (CPE)</strong></p><p>Os certificados de Cambridge English são comumente exigidos aos que pleiteiam uma bolsa de estudo internacional, além, é claro, de aparecer como requisito em universidades ao redor do mundo e, sobretudo, no Reino Unido.</p><p>Sua validade é permanente e conta com cinco níveis de conhecimento: básico (KET), intermediário (PET), intermediário superior (FCE), avançado (CAE) e proficiência (CPE). Mais informações: <strong><a title=Cambridge English href=https://www.cambridgeenglish.org/br/why-cambridge-english/global-recognition/ target=_blank>Cambridge English</a></strong>.</p><p> </p><p><strong>IELTS - International English Language Testing System</strong></p><p>O IELTS surge como requisito acadêmico, corporativo e pode ser aceito para fins de imigração. É reconhecido principalmente por universidades no Reino Unido, Austrália, Canadá e Nova Zelândia. Inclui redação, interpretação de texto, compreensão auditiva e expressão oral. ?Para mais informações, <strong><a title=site do IELTS href=https://www.ielts.org/ target=_blank>entre no site do IELTS</a></strong> .</p><p> </p><p><strong>ECPE - Michigan: Examination for the Certificate of Proficiency in English</strong></p><p>Testa habilidades e conteúdo típicos de universidades e empresas, mas é mais voltado ao enriquecimento da carreira. Por isso, a indicação é para os que tem nível avançado no idioma. Quem obtém nota média de aprovação recebe um certificado comum. Já os que tiram notas mais altas recebem o Certificate of Proficiency With Honors. Mais informações no <strong><a title=site Cambridge Michigan href=https://www.cambridgemichigan.org/institutions/products-services/tests/proficiency-certification/ecpe/ target=_blank>site Cambridge Michigan</a></strong>.</p><p> </p><p><strong>BEC - Cambridge Business English Certificate</strong></p><p>É produzido pela Universidade de Cambridge e testa o inglês dentro do mundo corporativo. Por isso, é indicado para quem estuda na área de negócios, mas não há necessidade de experiência prévia em uma empresa. Conta com três opções de níveis: Business Preliminary (classificação B1 no CEFR), Business Vantage (classificação B2), e Business Higher (classificação C1). Mais informações <strong><a title=Cambridge English href=https://www.cambridgeenglish.org/exams/business-certificates/ target=_blank>em Cambridge English</a></strong>.</p><p> </p><p><strong>GMAT - Graduate Management Admission Test</strong></p><p>É uma prova de admissão exigida pela maior parte das escolas de negócios nos Estados Unidos e Europa. O exame vai além do simples domínio do inglês: mede as habilidades matemáticas, de análise de dados, verbais e de leitura e escrita analítica dos candidatos a MBA e a cursos de pós-graduação. O GMAT busca medir o que costuma se chamar de inteligência mental, ou seja, a habilidade de tomar decisões sob pressão de tempo. Mais informações no <strong><a title=site do GMAT href=https://www.mba.com/us target=_blank>site do GMAT</a></strong>.</p><p> </p><p><strong>BULATS</strong></p><p>É uma certificação também oferecida por Cambridge e está disponível para provar domínio de francês, alemão, espanhol, além do inglês. É um teste que avalia o nível de conhecimento de um funcionário dentro de uma empresa, não existindo aprovação ou reprovação do candidato. Mais informações no <strong><a title=site do Bulats href=https://www.bulats.org/ target=_blank>site do Bulats</a></strong>.</p><p> </p><p><strong>2. FRANCÊS<br/><br/></strong></p><p><strong>DELF – Diplome d’Études em Langue Française</strong></p><p>É concedido pelo Ministério da Educação da França e comprova o conhecimento oral e escrito do candidato e é útil para situações de viagem, estudos e trabalho, já que é reconhecido por instituições de ensino e empresas. É indicado e comprova domínio nos níveis de A1 a B2 na classificação CEFR. Para saber mais, <strong><a title=site da Aliança Francesa href=https://www.aliancafrancesa.com.br/delf_dalf.aspx?id=1 target=_blank>entre no site da Aliança Francesa</a></strong>.</p><p> </p><p><strong>DALF – Diploma Approfondi de Langue Française </strong></p><p> </p><p>Também concedido pelo Ministério de Educação da França, é o primeiro diploma de nível superior de francês para estrangeiros. É um requisito para ingressar em curso superior na França ou nos países de língua francesa. Comprova domínio nos níveis C1 e C2, dentro da classificação CEFR. Mais informações no <strong><a title=site da Aliança Francesa href=https://www.aliancafrancesa.com.br/delf_dalf.aspx?id=1 target=_blank>site da Aliança Francesa</a></strong>.</p><p> </p><p><strong>3. ESPANHOL </strong></p><p> </p><p><strong>DELE – Diploma de Español como Lengua Extranjera</strong></p><p>Os diplomas são concedidos também dentro da classificação de A1 a C2 no CEFR e são oficiais, outorgados pelo Instituto Cervantes, em nome do Ministério de Educação, Cultura e Esporte da Espanha. São reconhecidos em diversas universidades e empresas no mundo, com validade indefinida. Seu objetivo é <strong><a title=Por que aprender espanhol? href=https://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2015/06/23/1127166/aprender-espanhol.html>certificar o nível do conhecimento adquirido em espanhol</a></strong>, para fins profissionais e culturais. Saiba mais no <strong><a title=site do Instituto Cervantes href=https://dele.cervantes.es/ target=_blank>site do Instituto Cervantes</a></strong>.</p><p> </p><p><strong>4. <a title=Conheça 6 expressões inusitadas em alemão href=https://noticias.universia.com.br/tempo-livre/noticia/2014/03/05/1085957/conheca-6-expresses-inusitadas-em-alemo.html>ALEMÃO</a></strong></p><p> </p><p><strong>Goethe-Zertifikat</strong></p><p>Também oferecido nas classificações do CEFR, o certificado é reconhecido por empresas e instituições de ensino como comprovante de qualificação. Mais informações no <strong><a title=site do Goethe Institut href=https://www.goethe.de/ins/br/sap/lrn/prf/ptindex.htm target=_blank>site do Goethe Institut</a></strong>.</p><p> </p><p><strong>TestDaF - Test Deutsch als Fremdsprache</strong></p><p>O DAF é voltado para alunos avançados, de nível B2 a C1 e é requisito para acesso a universidades alemãs, ingresso em projetos científicos e profissões acadêmicas. Mais informações no <strong><a title=site do Goethe Institut href=https://www.goethe.de/lrn/prj/pba/bes/tdf/mat/ptindex.htm target=_blank>site do Goethe Institut</a></strong>.</p><p> </p><p><strong>5. ITALIANO</strong></p><p> </p><p><strong>CELI – Certificato di Conoscenza della Lingua Italiana</strong></p><p>Também oferecido nos seis níveis de classificação, A1 a C2, o CELI é fornecido pela Universidade para Estrangeiros de Perugia, conveniada ao Ministério das Relações Exteriores da Itália. Mais informações no <strong><a title=site da universidade href=https://www.cvcl.it/categorie/categoria-64 target=_blank>site da universidade</a></strong>.</p><p> </p><p><strong>CILS - Certificazione di Italiano come Lingua Straniera</strong></p><p>Também é oficial, mas é oferecido pela Universidade para Estrangeiros de Siena. Foi a primeira certificação de proficiência em italiano a adotar a classificação do Quadro Europeu Comum de Referência (CEFR). Mais informações no <strong><a title=site da universidade href=https://cils.unistrasi.it/ target=_blank>site da universidade</a></strong>.</p><p> </p><p><strong>IT - Certificato di italiano come Lingua Straniera</strong></p><p>É a certificação oficial dada pela Universidade dos Estudos Roma Ter e é também dividida nos níveis da classificação europeia: de A2 a C2. Mais informações no <strong><a title=site da universidade href=https://www.certificazioneitaliano.uniroma3.it/Main.aspx target=_blank>site da universidade</a></strong>.</p><p> </p><p><strong>PLIDA - Progetto Lingua Italiana Dante Alighieri</strong></p><p>A certificação oferecida pela Sociedade Dante Alighieri também funciona dentro da classificação de A1 a C2 e mede as habilidades de escrita, fala, compreensão oral e de leitura. Como as outras, é fruto de convênio com o Ministério das Relações Exteriores da Itália. Mais informações no <strong><a title=site do PLIDA href=https://plida.it/?id=121 target=_blank>site do PLIDA</a></strong>.</p><p> </p><p>Assim, antes de se inscrever para um exame de proficiência linguística, certifique-se de que está no caminho certo e apto para atingir o nível exigido pela instituição. Existem centros de idiomas especializados na preparação e o Centro Britânico é um deles, com foco em exames de língua inglesa.</p><p> </p><p> </p><p><img src=https://noticias.universia.com.br/net/images/educacion/r/ro/rod/rodape-novo.jpg alt=width=undefined height=undefined/></p>
Fonte: Shutterstock

Os certificados de idiomas, também conhecidos como Certificação Internacional de Proficiência em Idiomas, são diplomas reconhecidos em todo mundo, pois comprovam o nível de conhecimento em determinada língua.

 

Veja também:
» Siga a coluna Let's Talk

 

Seja para os Estados Unidos, Inglaterra, Canadá, França, Espanha, Itália ou qualquer outro local escolhido, a pessoa terá que comprovar que está apto para estudar, trabalhar e se comunicar. Para isso, é obrigatório apresentar um certificado de proficiência na língua que ateste seus conhecimentos.

 

É interessante saber qual a exigência específica, ou seja, o nível mínimo de proficiência, para ser admitido em uma Universidade ou candidatar-se a uma vaga em empresa internacional. Ter familiaridade com as classificações utilizadas no padrão internacional de descrição de habilidades linguísticas também é essencial.

 

Veja, a seguir, na tabela como funciona o Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas (CEFR, na sigla em inglês):



NÍVEL DE DOMÍNIO                      

Domínio Pleno - C2  (Classificação no CEFR)
Proficiência operativa eficaz - C1 (Classificação no CEFR)
Usuário independente - B2 (Classificação no CEFR)
Intermediário - B1 (Classificação no CEFR)
Básico - A2 (Classificação no CEFR)
Iniciante - A1 (Classificação no CEFR)

 

1 - INGLÊS

TOEFL - Test of English as a Foreign Language

É o principal certificado do idioma. Com validade de- dois anos, é aceito em grande parte das universidades dos Estados Unidos e muitas da Europa, mediante uma nota mínima estabelecida.

O TOEFL avalia o domínio de inglês do candidato, dentro de um ambiente acadêmico. Algumas instituições brasileiras adotam o certificado como pré-requisito. Há diferentes modalidades de prova. Para mais informações, entre no site do TOEFL.

 

TOEIC - Test of English for International Communication

É um certificado mais prático, voltado para área corporativa. A base da avaliação são situações reais de trabalho – reuniões, viagens e ligações telefônicas, por exemplo – e a nota não tem validade definida, a priori.

O inglês americano predomina, mas o candidato pode se deparar com um exercício de compreensão oral em que se ouça sotaque britânico ou australiano. Mais informações no site do TOEIC.

 

CAMBRIDGE - First Certificate in English (FCE), Certificate in Advanced English (CAE) e Certificate of Proficiency in English (CPE)

Os certificados de Cambridge English são comumente exigidos aos que pleiteiam uma bolsa de estudo internacional, além, é claro, de aparecer como requisito em universidades ao redor do mundo e, sobretudo, no Reino Unido.

Sua validade é permanente e conta com cinco níveis de conhecimento: básico (KET), intermediário (PET), intermediário superior (FCE), avançado (CAE) e proficiência (CPE). Mais informações: Cambridge English.

 

IELTS - International English Language Testing System

O IELTS surge como requisito acadêmico, corporativo e pode ser aceito para fins de imigração. É reconhecido principalmente por universidades no Reino Unido, Austrália, Canadá e Nova Zelândia. Inclui redação, interpretação de texto, compreensão auditiva e expressão oral. ?Para mais informações, entre no site do IELTS .

 

ECPE - Michigan: Examination for the Certificate of Proficiency in English

Testa habilidades e conteúdo típicos de universidades e empresas, mas é mais voltado ao enriquecimento da carreira. Por isso, a indicação é para os que tem nível avançado no idioma. Quem obtém nota média de aprovação recebe um certificado comum. Já os que tiram notas mais altas recebem o Certificate of Proficiency With Honors. Mais informações no site Cambridge Michigan.

 

BEC - Cambridge Business English Certificate

É produzido pela Universidade de Cambridge e testa o inglês dentro do mundo corporativo. Por isso, é indicado para quem estuda na área de negócios, mas não há necessidade de experiência prévia em uma empresa. Conta com três opções de níveis: Business Preliminary (classificação B1 no CEFR), Business Vantage (classificação B2), e Business Higher (classificação C1). Mais informações em Cambridge English.

 

GMAT - Graduate Management Admission Test

É uma prova de admissão exigida pela maior parte das escolas de negócios nos Estados Unidos e Europa. O exame vai além do simples domínio do inglês: mede as habilidades matemáticas, de análise de dados, verbais e de leitura e escrita analítica dos candidatos a MBA e a cursos de pós-graduação. O GMAT busca medir o que costuma se chamar de inteligência mental, ou seja, a habilidade de tomar decisões sob pressão de tempo. Mais informações no site do GMAT.

 

BULATS

É uma certificação também oferecida por Cambridge e está disponível para provar domínio de francês, alemão, espanhol, além do inglês. É um teste que avalia o nível de conhecimento de um funcionário dentro de uma empresa, não existindo aprovação ou reprovação do candidato. Mais informações no site do Bulats.

 

2. FRANCÊS

DELF – Diplome d’Études em Langue Française

É concedido pelo Ministério da Educação da França e comprova o conhecimento oral e escrito do candidato e é útil para situações de viagem, estudos e trabalho, já que é reconhecido por instituições de ensino e empresas. É indicado e comprova domínio nos níveis de A1 a B2 na classificação CEFR. Para saber mais, entre no site da Aliança Francesa.

 

DALF – Diploma Approfondi de Langue Française

 

Também concedido pelo Ministério de Educação da França, é o primeiro diploma de nível superior de francês para estrangeiros. É um requisito para ingressar em curso superior na França ou nos países de língua francesa. Comprova domínio nos níveis C1 e C2, dentro da classificação CEFR. Mais informações no site da Aliança Francesa.

 

3. ESPANHOL

 

DELE – Diploma de Español como Lengua Extranjera

Os diplomas são concedidos também dentro da classificação de A1 a C2 no CEFR e são oficiais, outorgados pelo Instituto Cervantes, em nome do Ministério de Educação, Cultura e Esporte da Espanha. São reconhecidos em diversas universidades e empresas no mundo, com validade indefinida. Seu objetivo é certificar o nível do conhecimento adquirido em espanhol, para fins profissionais e culturais. Saiba mais no site do Instituto Cervantes.

 

4. ALEMÃO

 

Goethe-Zertifikat

Também oferecido nas classificações do CEFR, o certificado é reconhecido por empresas e instituições de ensino como comprovante de qualificação. Mais informações no site do Goethe Institut.

 

TestDaF - Test Deutsch als Fremdsprache

O DAF é voltado para alunos avançados, de nível B2 a C1 e é requisito para acesso a universidades alemãs, ingresso em projetos científicos e profissões acadêmicas. Mais informações no site do Goethe Institut.

 

5. ITALIANO

 

CELI – Certificato di Conoscenza della Lingua Italiana

Também oferecido nos seis níveis de classificação, A1 a C2, o CELI é fornecido pela Universidade para Estrangeiros de Perugia, conveniada ao Ministério das Relações Exteriores da Itália. Mais informações no site da universidade.

 

CILS - Certificazione di Italiano come Lingua Straniera

Também é oficial, mas é oferecido pela Universidade para Estrangeiros de Siena. Foi a primeira certificação de proficiência em italiano a adotar a classificação do Quadro Europeu Comum de Referência (CEFR). Mais informações no site da universidade.

 

IT - Certificato di italiano come Lingua Straniera

É a certificação oficial dada pela Universidade dos Estudos Roma Ter e é também dividida nos níveis da classificação europeia: de A2 a C2. Mais informações no site da universidade.

 

PLIDA - Progetto Lingua Italiana Dante Alighieri

A certificação oferecida pela Sociedade Dante Alighieri também funciona dentro da classificação de A1 a C2 e mede as habilidades de escrita, fala, compreensão oral e de leitura. Como as outras, é fruto de convênio com o Ministério das Relações Exteriores da Itália. Mais informações no site do PLIDA.

 

Assim, antes de se inscrever para um exame de proficiência linguística, certifique-se de que está no caminho certo e apto para atingir o nível exigido pela instituição. Existem centros de idiomas especializados na preparação e o Centro Britânico é um deles, com foco em exames de língua inglesa.

 

 


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.