text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Álbum de figurinhas costumizado pode aproximar os estudantes

      
Fonte: Universia Brasil

Aumentar a interação entre os estudantes é uma tarefa cada dia mais complexa por conta das novas tecnologias. No entanto, visando reverter essa situação de forma interativa, algumas escolas da cidade de São Paulo reviveu um elemento que fez parte da infância de gerações anteriores: os álbuns de figurinhas.

 

Você pode ler também:
» 5 tipos de livros que aumentam seu desempenho escolar
» Dia Nacional do Livro Infantil: entenda a data
» Todas as notícias de Educação

 

A ideia consiste em criar um álbum que contenha fotos colantes dos estudantes, além de algumas curiosidades sobre temas escolhidos pela escola. Segundo Vanessa Marchini, diretora da Central Pix e idealizadora do projeto, “o objetivo é resgatar essa coisa mais antiga das crianças, de troca, interação, de olhar um para o outro”.

 

A troca de figurinhas se torna uma boa oportunidade de aumentar a interação cara a cara dos alunos, desde o ensino infantil. Ao ganharem o álbum com fotos próprias, colegas de sala, professores e funcionários da instituição, ficam animados. “Na hora que chegamos na escola para entregar o material pronto é até difícil segurar eles para colocarem o nome, porque eles já querem abrir, mexer. A aceitação é bem divertida”, contou Ariane Amorim, gerente de projeto da Central Pix.

 

Outro ponto interessante é que os pequenos gostam de se reconhecer nas figurinhas, bem como os amigos. Conseguem conhecer mais as pessoas que já viram dentro do ambiente escolar, mas não têm tanto contato, por exemplo. É comum que comentem que conhecem um ou outro colega, aumentando até mesmo o espaço de diálogo.

 

Os professores também aproveitam a oportunidade para aumentar o caráter lúdico dentro da sala de aula. Ariane explica que cada docente pode utilizar o material da forma que quiser: “é uma ferramenta a mais, mas pode ou não ser aplicada como metodologia de ensino. A ideia não é essa, é que ele use isso para brincar e aprender superficialmente”.

 

 


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.