text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

10 erros inaceitáveis na redação do Enem

      
Conseguir uma <a href=https://noticias.universia.com.br/educacao/noticia/2016/05/24/1140038/guia-nota-1-000-redacao-enem-2016.html title=Guia Nota 1.000: redação do Enem 2016>boa nota na redação do Exame Nacional do Ensino Médio </a>(Enem) pode ser o grande diferencial para que o estudante consiga ser aprovado no curso que deseja. Por exigir muito treino e concentração, essa é uma das partes da avaliação temida pelos estudantes. Para que você consiga ter um bom desempenho, veja a seleção de erros que você não pode cometer na redação do Enem do diretor pedagógico e professor de português do Descomplica<strong> Eduardo Valladares</strong>: <blockquote style=text-align: center;><strong>Guia de Profissões</strong>: confira cursos universitários <span style=text-decoration: underline;><a href=https://www.universia.com.br/estudos class=enlaces_med_leads_formacion title=Guia de Profissões: confira cursos universitários no Brasil target=_blank id=ESTUDIOS>aqui<br/><br/></a></span></blockquote><p><span style=color: #333333;><strong>Você pode ler também:</strong></span><br/><a href=https://noticias.universia.com.br/educacao/noticia/2016/06/14/1140842/redacao-enem-veja-todos-temas-desde-1998.html title=Redação do Enem: veja todos os temas desde 1998>» <strong>Redação do Enem: veja todos os temas desde 1998</strong></a><br/><a href=https://noticias.universia.com.br/educacao/noticia/2016/06/13/1140792/guia-nota-1-000-proposta-intervencao-redacao-enem-2016.html title=Guia Nota 1.000: proposta de intervenção na redação do Enem 2016>» <strong>Guia Nota 1.000: proposta de intervenção na redação do Enem 2016</strong></a><br/><a href=https://noticias.universia.com.br/educacao title=Todas as notícias de Educação>» <strong>Todas as notícias de Educação<br/><br/></strong></a></p><p><strong> 1 – Não confunda “a” com “há”<br/></strong>É importante que os alunos se atentem a esse erro. “a” pode ser usado para indicar preposição, tempo futuro e distância. Já “há” refere-se a um tempo decorrido ou pode ser aplicado com o sentido de existir.<br/><br/></p><p><strong> Confira os exemplos: </strong><br/> Não o vejo há muitos anos. <br/> Há meninas brincando no jardim. <br/> O colégio fica a três quadras daqui. <br/> Daqui a alguns anos, iremos nos reencontrar.<br/><br/></p><p><strong> 2 – Haver x a ver </strong><br/> O primeiro deles só pode ser utilizado para significar “existir”. Enquanto isso, o segundo deve ser usado para dizer que “há relação com algo”.<br/><br/></p><p><strong> Confira os exemplos: </strong><br/> Esse vestido não tem nada a ver com meu estilo. <br/> Deve haver uma forma de solucionarmos este problema.<br/><br/></p><p><strong> 3 – À medida que X Na medida em que </strong><br/> “À medida que” é uma expressão que deve ser usada para falar sobre proporção. Já “na medida em que” é uma locução causal e, por isso, exprime a ideia de causa.<br/><br/></p><p><strong>Exemplos: </strong><br/> À medida que caminhávamos, mais ficávamos cansados. <br/> Perdi dois quilos em uma semana, na medida em que fiz uma reeducação alimentar.<br/><br/></p><p><strong> 4 – Use de vírgulas errado </strong><br/> Ao construir uma frase, nunca se pode separar o sujeito do predicado por vírgulas, porque é um erro grave.<br/><br/></p><p><strong> 5 – Uso incorreto da crase </strong><br/> A crase não deve ser usada antes de palavras no masculino, verbos no infinitivo ou pronomes.<br/><br/></p><p><strong> 6 – Não use determinadas expressões conclusivas </strong><br/> Para terminar um texto, não é necessário escrever “para concluir” ou “concluindo”, por exemplo. Evite-as para ter uma redação ainda melhor.<br/><br/></p><p><strong> 7 – Não cite seu texto </strong><br/> É importante não fazer menção ou referências ao seu próprio texto ao longo da escrita.<br/><br/></p><p><strong> 8 – Falta de atenção à regência verbal </strong><br/> Algumas palavras exigem o uso de preposições, por causa da regência verbal. Enquanto estiver escrevendo preste atenção nessa característica, para não cometer erros graves.<br/><br/></p><p><strong> 9 – Deixar de se atentar à concordância </strong><br/> É importante que você se preocupe em utilizar de maneira correta a concordância verbal.<br/><br/></p><p><strong> 10 – Confundir conjunções </strong><br/> Enquanto estiver escrevendo a redação, é importante que fique atento para não trocar os valores empregados pelas conjunções.<br/><br/></p><p><a href=https://www.universiaenem.com.br/ title=universiaenem target=_blank><img src=https://imagenes.universia.net/gc/net/images/educacion/u/un/uni/universia-enem-banner.jpg alt=width=undefined height=undefined style=display: block; margin-left: auto; margin-right: auto;/></a></p>
Fonte: Shutterstock
Conseguir uma boa nota na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) pode ser o grande diferencial para que o estudante consiga ser aprovado no curso que deseja. Por exigir muito treino e concentração, essa é uma das partes da avaliação temida pelos estudantes. Para que você consiga ter um bom desempenho, veja a seleção de erros que você não pode cometer na redação do Enem do diretor pedagógico e professor de português do Descomplica Eduardo Valladares:
Guia de Profissões: confira cursos universitários aqui

Você pode ler também:
» Redação do Enem: veja todos os temas desde 1998
» Guia Nota 1.000: proposta de intervenção na redação do Enem 2016
» Todas as notícias de Educação

1 – Não confunda “a” com “há”
É importante que os alunos se atentem a esse erro. “a” pode ser usado para indicar preposição, tempo futuro e distância. Já “há” refere-se a um tempo decorrido ou pode ser aplicado com o sentido de existir.

Confira os exemplos:
Não o vejo há muitos anos.
Há meninas brincando no jardim.
O colégio fica a três quadras daqui.
Daqui a alguns anos, iremos nos reencontrar.

2 – Haver x a ver
O primeiro deles só pode ser utilizado para significar “existir”. Enquanto isso, o segundo deve ser usado para dizer que “há relação com algo”.

Confira os exemplos:
Esse vestido não tem nada a ver com meu estilo.
Deve haver uma forma de solucionarmos este problema.

3 – À medida que X Na medida em que
“À medida que” é uma expressão que deve ser usada para falar sobre proporção. Já “na medida em que” é uma locução causal e, por isso, exprime a ideia de causa.

Exemplos:
À medida que caminhávamos, mais ficávamos cansados.
Perdi dois quilos em uma semana, na medida em que fiz uma reeducação alimentar.

4 – Use de vírgulas errado
Ao construir uma frase, nunca se pode separar o sujeito do predicado por vírgulas, porque é um erro grave.

5 – Uso incorreto da crase
A crase não deve ser usada antes de palavras no masculino, verbos no infinitivo ou pronomes.

6 – Não use determinadas expressões conclusivas
Para terminar um texto, não é necessário escrever “para concluir” ou “concluindo”, por exemplo. Evite-as para ter uma redação ainda melhor.

7 – Não cite seu texto
É importante não fazer menção ou referências ao seu próprio texto ao longo da escrita.

8 – Falta de atenção à regência verbal
Algumas palavras exigem o uso de preposições, por causa da regência verbal. Enquanto estiver escrevendo preste atenção nessa característica, para não cometer erros graves.

9 – Deixar de se atentar à concordância
É importante que você se preocupe em utilizar de maneira correta a concordância verbal.

10 – Confundir conjunções
Enquanto estiver escrevendo a redação, é importante que fique atento para não trocar os valores empregados pelas conjunções.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.