text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

USP divulga balanço dos inscritos na Fuvest 2016

      
Nesta quarta-feira (29), a <strong>Universidade de São Paulo (USP)</strong> divulgou o balanço dos aprovados no vestibular da <strong><a href=https://www.fuvest.br/vest2016/fuvest.stm title=Fuvest 2016 target=_blank>Fuvest 2016</a></strong>. Do total de alunos que conseguiram entrar em um dos concorridos cursos da USP, 8.473 estudantes eram brancos, 1.480 pardos e 338 negros.<br/><br/><br/><p><span style=color: #333333;><strong>Você pode ler também:</strong></span><br/><a href=https://noticias.universia.com.br/educacao/noticia/2016/06/16/1140922/eca-usp-alunos-aprovados-meio-nota-enem.html title=ECA-USP terá alunos aprovados por meio da nota do Enem>» <strong>ECA-USP terá alunos aprovados por meio da nota do Enem</strong></a><br/><a href=https://noticias.universia.com.br/educacao/noticia/2016/06/15/1140883/usp-melhor-universidade-america-latina-segundo-ranking-internacional.html title=USP é melhor universidade da América Latina, segundo ranking internacional>» <strong>USP é melhor universidade da América Latina, segundo ranking internacional</strong></a><br/><a href=https://noticias.universia.com.br/educacao title=Todas as notícias de Educação>» <strong>Todas as notícias de Educação<br/><br/><br/></strong></a></p><p>Quando comparado à <strong>Fuvest 2015</strong>, houve uma queda no ingresso de estudantes pretos e pardos na universidade. Na penúltima edição do vestibular, os pardos representavam 14,20% dos alunos recém-chegados e os pretos 3,3%. Neste ano, os percentuais foram de 13,30% para pardos e 3% para negros.<br/><br/></p><p>Os dados também concluíram que a maioria dos estudantes matriculados na instituição cursaram todo o ensino médio em escola particular (63,3%), e que 57,9% fizeram um curso pré-vestibular antes de ingressar na universidade.<br/><br/></p><p><strong>Alunos de escola pública</strong></p><p><strong><a href=https://noticias.universia.com.br/educacao/noticia/2016/04/07/1138079/quase-metade-matriculados-unicamp-estudaram-escola-publica.html title=Quase metade dos matriculados na Unicamp estudaram em escola pública>O número de alunos que frequentaram escolas da rede pública também diminui</a></strong>, segundo o balanço realizado pela USP. A instituição atribuiu a queda às vagas que foram disponibilizadas no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Esta foi a primeira edição que a USP selecionou candidatos considerando sua pontuação no <strong>Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)</strong>.<br/><br/></p><p>Neste ano, o total de ingressantes vindos do ensino público foi de 2.855, o que equivale a <strong>27% das vagas</strong>. Na edição anterior, o total de estudantes foi de 3.520, o que corresponde a 29,2%. Segundo os dados, na Fuvest 2016, 3.127 alunos do ensino público utilizaram o bônus do Programa de Inclusão Social (Inclusp), que incentiva os alunos de escolas públicas por meio de bônus nas notas do vestibular da Fuvest.</p>
Fonte: Universia Brasil
Nesta quarta-feira (29), a Universidade de São Paulo (USP) divulgou o balanço dos aprovados no vestibular da Fuvest 2016. Do total de alunos que conseguiram entrar em um dos concorridos cursos da USP, 8.473 estudantes eram brancos, 1.480 pardos e 338 negros.


Você pode ler também:
» ECA-USP terá alunos aprovados por meio da nota do Enem
» USP é melhor universidade da América Latina, segundo ranking internacional
» Todas as notícias de Educação


Quando comparado à Fuvest 2015, houve uma queda no ingresso de estudantes pretos e pardos na universidade. Na penúltima edição do vestibular, os pardos representavam 14,20% dos alunos recém-chegados e os pretos 3,3%. Neste ano, os percentuais foram de 13,30% para pardos e 3% para negros.

Os dados também concluíram que a maioria dos estudantes matriculados na instituição cursaram todo o ensino médio em escola particular (63,3%), e que 57,9% fizeram um curso pré-vestibular antes de ingressar na universidade.

Alunos de escola pública

O número de alunos que frequentaram escolas da rede pública também diminui, segundo o balanço realizado pela USP. A instituição atribuiu a queda às vagas que foram disponibilizadas no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Esta foi a primeira edição que a USP selecionou candidatos considerando sua pontuação no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Neste ano, o total de ingressantes vindos do ensino público foi de 2.855, o que equivale a 27% das vagas. Na edição anterior, o total de estudantes foi de 3.520, o que corresponde a 29,2%. Segundo os dados, na Fuvest 2016, 3.127 alunos do ensino público utilizaram o bônus do Programa de Inclusão Social (Inclusp), que incentiva os alunos de escolas públicas por meio de bônus nas notas do vestibular da Fuvest.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.