text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Let's Talk: 5 dicas para preparar um currículo em inglês

      
Vai se candidatar a uma vaga no exterior ou concorrer a uma bolsa de estudo internacional? Então, você deverá <strong><a href=https://noticias.universia.com.br/emprego/noticia/2016/03/16/1137442/fazer-curriculo-perfeito-primeiro-emprego.html title=Como fazer o currículo perfeito para o primeiro emprego>preparar um bom currículo profissional</a></strong> em inglês. Para ajudar na tarefa, o Centro Britânico listou o que não pode ficar de fora do documento e a melhor forma de organizar as informações.<br/><br/><br/><p><span style=color: #333333;><strong>Veja também:</strong></span><br/><a href=https://noticias.universia.com.br/tag/coluna-Lets-talk/ title=Siga a coluna Let's Talk>» <strong>Siga a coluna Let's Talk</strong></a><br/><br/><br/></p><p><strong>Como fazer um currículo em inglês<br/><br/></strong></p><p><strong>1.</strong> Geralmente, quando se envia um currículo em inglês, é muito comum a <strong>utilização de uma carta de apresentação</strong> que é enviada junto com o CV. Ela <strong>deve ter no máximo uma página</strong>, em que sejam descritas, de maneira sucinta, suas habilidades, sua motivação e quais diferenciais você oferecerá à empresa ou universidade para qual está se candidatando.<br/><br/><br/></p><p><strong>2.</strong> Procure descobrir quais são as equivalências de seus <strong>títulos acadêmicos e profissionais em Inglês</strong>. Por exemplo, nos EUA, a nossa graduação de universidade é chamada <em>Undergraduate</em>, sendo que em nível de mestrado, o título vira <em>Graduate</em>. Fazendo assim, você evita o desconforto de se apresentar de forma errada, tendo que justificar seu erro e correndo o risco, até mesmo, de <strong>comprometer sua candidatura à vaga</strong>.<br/><br/><br/></p><p><strong>3.</strong> O <em>Personal Statement</em>, embora não seja muito comum no Brasil, é uma eficiente forma de sinalizar e direcionar a área específica de interesse. Evite o uso de frases vagas e não mencione tópicos que não serão comprovados pela experiência que será posteriormente citada.<br/><br/><br/></p><p><strong>4.</strong> Evite a<strong> tradução literal</strong>. Lembre-se que você não está traduzindo seu currículo e sim criando um novo no idioma Inglês. Atente para pequenos detalhes, como o uso correto de preposições, <em>phrasal verbs</em>, expressões idiomáticas, <em>collocations</em> etc. Pense que se você fosse um empregador e recebesse um currículo com a frase: Nós aumentou a rentabilidade..., certamente você iria olhar o(a) candidato(a) com maus olhos.<br/><br/><br/></p><p><strong>5.</strong> Lembre-se de que os mesmos <strong><a href=https://noticias.universia.com.br/carreira/noticia/2015/12/22/1134941/elaborar-bom-curriculo.html title=Como elaborar um bom currículo>princípios básicos utilizados para criar um currículo</a></strong> em português se aplicam quando ele é criado em Inglês. Seja objetivo, positivo, apresente suas conquistas sem se estender por muitas páginas.<br/><br/><br/>A seguir, confira o modelo de um <strong>bom currículo profissional em inglês</strong>:<br/><br/><br/><img src=https://imagenes.universia.net/gc/net/images/consejos-profesionales/l/le/let/lets-talk-5-dicas-preparar-curriculo-ingles-noticias.jpg height=1356 width=500 style=display: block; margin-left: auto; margin-right: auto;/><br/><br/><br/><br/><br/></p><p><img src=https://noticias.universia.com.br/net/images/educacion/r/ro/rod/rodape-novo.jpg alt=width=undefined height=undefined style=display: block; margin-left: auto; margin-right: auto;/></p><p> </p>
Fonte: Shutterstock
Vai se candidatar a uma vaga no exterior ou concorrer a uma bolsa de estudo internacional? Então, você deverá preparar um bom currículo profissional em inglês. Para ajudar na tarefa, o Centro Britânico listou o que não pode ficar de fora do documento e a melhor forma de organizar as informações.


Veja também:
» Siga a coluna Let's Talk


Como fazer um currículo em inglês

1. Geralmente, quando se envia um currículo em inglês, é muito comum a utilização de uma carta de apresentação que é enviada junto com o CV. Ela deve ter no máximo uma página, em que sejam descritas, de maneira sucinta, suas habilidades, sua motivação e quais diferenciais você oferecerá à empresa ou universidade para qual está se candidatando.


2. Procure descobrir quais são as equivalências de seus títulos acadêmicos e profissionais em Inglês. Por exemplo, nos EUA, a nossa graduação de universidade é chamada Undergraduate, sendo que em nível de mestrado, o título vira Graduate. Fazendo assim, você evita o desconforto de se apresentar de forma errada, tendo que justificar seu erro e correndo o risco, até mesmo, de comprometer sua candidatura à vaga.


3. O Personal Statement, embora não seja muito comum no Brasil, é uma eficiente forma de sinalizar e direcionar a área específica de interesse. Evite o uso de frases vagas e não mencione tópicos que não serão comprovados pela experiência que será posteriormente citada.


4. Evite a tradução literal. Lembre-se que você não está traduzindo seu currículo e sim criando um novo no idioma Inglês. Atente para pequenos detalhes, como o uso correto de preposições, phrasal verbs, expressões idiomáticas, collocations etc. Pense que se você fosse um empregador e recebesse um currículo com a frase: "Nós aumentou a rentabilidade...", certamente você iria olhar o(a) candidato(a) com maus olhos.


5. Lembre-se de que os mesmos princípios básicos utilizados para criar um currículo em português se aplicam quando ele é criado em Inglês. Seja objetivo, positivo, apresente suas conquistas sem se estender por muitas páginas.


A seguir, confira o modelo de um bom currículo profissional em inglês:







 


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.