text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Como aprender uma língua antes de estudar no exterior

      
Uma viagem sempre exige preparação. <strong>Estudar no exterior</strong> exige ainda mais. Além de preparar as malas e comprar uma passagem, você precisa se preparar para <strong>estudar em outro idioma</strong>. Para conseguir acompanhar as aulas e tomar notas, um nível básico não vai servir. É preciso conseguir ouvir bem. <p>Pensando nisso, separamos algumas dicas para aprimorar uma nova língua o suficiente para estudar no exterior. Confira:</p><p><span style=color: #333333;><strong>Você pode ler também:</strong></span><br/><a href=https://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2016/06/07/1140529/5-erros-cometer-aprender-idioma.html title=5 erros para não cometer ao aprender um idioma>» <strong>5 erros para não cometer ao aprender um idioma</strong></a><br/><a href=https://noticias.universia.com.br/cultura/noticia/2016/08/19/1142919/lets-talk-jarges-series-ingles.html title=Let’s Talk: expressões de séries em inglês>» <strong>Let’s Talk: expressões de séries em inglês</strong></a><br/><a href=https://noticias.universia.com.br/educacao title=Todas as notícias de Educação>» <strong>Todas as notícias de Educação</strong></a></p><p><strong>1 - Fique imerso na língua</strong></p><p>O primeiro passo é acostumar seus ouvidos a ouvir a língua. Para isso, ouça todo dia programas de televisão ou rádio na língua que você quer aprender. No começo, sotaques e os diferentes ritmos de fala podem dificultar o entendimento da conversa. Investir pelo menos uma hora por dia ouvindo a nova língua vai acostumar seus ouvidos ao vocabulário e as suas nuances.</p><p><strong>2 - Comece a ler</strong></p><p>Com as habilidades de audição treinadas, agora é a hora de acostumar seus olhos a ler em outra língua. Esse é o momento para deixar de lado revistas e jornais e começar a ler um livro mais longo, como os que você lerá para as aulas. Tente ler entre cinco a dez páginas diariamente por pelo menos quinze minutos. No começo a experiência pode dar medo, mas ela vale muito no futuro.</p><p><strong>3 - Treine a tomar notas</strong></p><p>Agora que você já consegue ouvir e escrever, é preciso treinar a sua escrita. Ser capaz de tomar boas notas é muito importante, principalmente quando chegar o momento de estudar. Para isso a escrita deve ser rápida, fácil de ler e com informações completas. Elas devem ser limpas e concisas. Para praticar, uma boa ideia é tomar notas das conversas de programas de televisão. A velocidade da fala é mais ou menos a mesma daquela de uma aula, e você pode verificar com facilidade a precisão da informação anotada.</p><p><strong>4 - Matricule-se em um curso online</strong></p><p>As aulas são online, mas a experiência é muito semelhante à de uma aula física quando o assunto é anotar o que é dito. É possível encontrar boas aulas gratuitas - você ainda pode ganhar um diploma para colocar no seu currículo.</p><p><strong>5 - Escreva todos os dias</strong></p><p>Tomar notas não é tudo o que você vai precisar escrever. Redigir trabalhos é uma coisa completamente diferente. Escrever, mesmo ficção, é tão importante quanto saber anotar durante uma explicação. Comece com um diário ou um blog sobre a sua experiência no exterior, por exemplo. A maior vantagem do blog é que ele pode ser seguido por quem é nativo na língua e outros leitores que podem corrigir seus erros. No site <a href=https://lang-8.com/ title=Lang-8 target=_blank>Lang-8</a> a sua escrita pode ser revisada por quem é fluente na língua.</p><p><strong>6 - Identifique o vocabulário mais útil</strong></p><p>Quando você está fazendo esse treino, o objetivo não é atingir a fluência completa. O objetivo é aprender um vocabulário específico para o que você vai estudar. Comece focando em palavras e frases que você vai ouvir e falar com frequência.</p><p><strong>7 - Fale com um nativo</strong></p><p>Por último, as habilidades de conversação. No contexto de uma apresentação, a capacidade de se expressar na língua estrangeira, de maneira acadêmica, é bem útil. Para isso você pode participar de uma troca de língua. Sites como o <a href=https://www.conversationexchange.com/ title=Conversation Exchange target=_blank>Conversation Exchange</a> são especializados em conectar você a alguém que fala a língua que você procura.</p>
Fonte: Shutterstock
Uma viagem sempre exige preparação. Estudar no exterior exige ainda mais. Além de preparar as malas e comprar uma passagem, você precisa se preparar para estudar em outro idioma. Para conseguir acompanhar as aulas e tomar notas, um nível básico não vai servir. É preciso conseguir ouvir bem.

Pensando nisso, separamos algumas dicas para aprimorar uma nova língua o suficiente para estudar no exterior. Confira:

Você pode ler também:
» 5 erros para não cometer ao aprender um idioma
» Let’s Talk: expressões de séries em inglês
» Todas as notícias de Educação

1 - Fique imerso na língua

O primeiro passo é acostumar seus ouvidos a ouvir a língua. Para isso, ouça todo dia programas de televisão ou rádio na língua que você quer aprender. No começo, sotaques e os diferentes ritmos de fala podem dificultar o entendimento da conversa. Investir pelo menos uma hora por dia ouvindo a nova língua vai acostumar seus ouvidos ao vocabulário e as suas nuances.

2 - Comece a ler

Com as habilidades de audição treinadas, agora é a hora de acostumar seus olhos a ler em outra língua. Esse é o momento para deixar de lado revistas e jornais e começar a ler um livro mais longo, como os que você lerá para as aulas. Tente ler entre cinco a dez páginas diariamente por pelo menos quinze minutos. No começo a experiência pode dar medo, mas ela vale muito no futuro.

3 - Treine a tomar notas

Agora que você já consegue ouvir e escrever, é preciso treinar a sua escrita. Ser capaz de tomar boas notas é muito importante, principalmente quando chegar o momento de estudar. Para isso a escrita deve ser rápida, fácil de ler e com informações completas. Elas devem ser limpas e concisas. Para praticar, uma boa ideia é tomar notas das conversas de programas de televisão. A velocidade da fala é mais ou menos a mesma daquela de uma aula, e você pode verificar com facilidade a precisão da informação anotada.

4 - Matricule-se em um curso online

As aulas são online, mas a experiência é muito semelhante à de uma aula física quando o assunto é anotar o que é dito. É possível encontrar boas aulas gratuitas - você ainda pode ganhar um diploma para colocar no seu currículo.

5 - Escreva todos os dias

Tomar notas não é tudo o que você vai precisar escrever. Redigir trabalhos é uma coisa completamente diferente. Escrever, mesmo ficção, é tão importante quanto saber anotar durante uma explicação. Comece com um diário ou um blog sobre a sua experiência no exterior, por exemplo. A maior vantagem do blog é que ele pode ser seguido por quem é nativo na língua e outros leitores que podem corrigir seus erros. No site Lang-8 a sua escrita pode ser revisada por quem é fluente na língua.

6 - Identifique o vocabulário mais útil

Quando você está fazendo esse treino, o objetivo não é atingir a fluência completa. O objetivo é aprender um vocabulário específico para o que você vai estudar. Comece focando em palavras e frases que você vai ouvir e falar com frequência.

7 - Fale com um nativo

Por último, as habilidades de conversação. No contexto de uma apresentação, a capacidade de se expressar na língua estrangeira, de maneira acadêmica, é bem útil. Para isso você pode participar de uma troca de língua. Sites como o Conversation Exchange são especializados em conectar você a alguém que fala a língua que você procura.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.