text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Unesco aponta que 62 milhões de meninas não têm acesso à educação

      
Unesco aponta que 62 milhões de meninas não têm acesso à educação
Unesco aponta que 62 milhões de meninas não têm acesso à educação  |  Fonte: Shutterstock

SEJA UM USUÁRIO UNIVERSIA E PARTICIPE DE UM CLUBE DE VANTAGENS EXCLUSIVO!

Crie seu cadastro grátis

62 milhões de meninas não têm acesso à educação no mundo. Esse foi o dado informado pela diretora da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), Irina Bokova, em uma visita a Santiago, no Chile. Bokova ainda alertou que dois terços dos analfabetos são mulheres.

Confira outras notícias sobre educação e fique por dentro do universo educativo.

Participando de uma conferência na Academia Diplomática do Chile, Irina falou ainda sobre a falta de igualdade na educação de meninos e meninas. De acordo com a diretora, apenas 60% dos países alcançaram paridade na educação primária. Na secundária, esse total vai para 38%.

Em 2016, a Unesco havia alertado que 16 milhões de meninas de 6 a 11 anos jamais frequentarão a escola. O número é duas vezes maior que o de meninos, na mesma faixa etária. Já em março de 2017, outro relatório da organização apontava que 63% dos adultos com baixa alfabetização são mulheres.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.