text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

6 características da Universidade do futuro

      
As aulas tendem a ser menos teóricas e mais práticas, combinando o método presencial e on-line
As aulas tendem a ser menos teóricas e mais práticas, combinando o método presencial e on-line
  • A universidade é uma instituição que nasceu com um objetivo que continua mantendo atualmente: dar aos jovens os conhecimentos teóricos e práticos.
  • Até há alguns anos, estudar em uma Universidade era algo elitista, reservado somente para os filhos e os familiares de pessoas com alto poder aquisitivo.
  • Apesar de que mantém o seu objetivo primordial, é lógico pensar que as universidades mudaram muito ao longo dos anos, fruto das mudanças políticas, sociais ou culturais.

1) Tecnologia

A tecnologia e o investimento em I+D serão básicos para as universidades do futuro. A tecnologia não só permite ter as melhores soluções educativas e as ferramentas mais eficazes, mas é imprescindível para que a universidade se mantenha pioneira em inovação, e para que os seus alunos possam aplicar todo o seu talento e todo o seu potencial.

Nem todos os bons projetos precisam de uma tecnologia avançada, e sim uma tecnologia avançada que ajude a realizar bons projetos. 

2) Aulas sim, porém práticas

Na Universidade do futuro, os alunos terão menos horas letivas e estará mais focada às aulas práticas. Serão aplicados novos métodos de ensino, mais orientados a projetos a ao empreendimento.

O conceito clássico do ensino mudará a métodos onde o aluno é mais autônomo e eficiente. Por exemplo, o professor deixa áudio-livros na Intranet para que os alunos escutem a lição em casa. E, na classe, os estudantes resolvem as dúvidas e possa ser aplicada a teoria a uma hipótese prática.

3) Globalização e democratização

A universidade será mais global e democrática, onde as pessoas de qualquer parte poderão ter acesso ao conhecimento. É uma tendência que vem acontecendo nos últimos anos, graças a algumas instituições que oferecem de forma gratuita os cursos de algumas das universidades mais prestigiosas do mundo em plataformas como Mooc.

4) Internacionalização e especialização

A necessidade da constituição de convênios com instituições locais e do estrangeiro será o reflexo da crescente internacionalização da educação, com o fim de oferecer cursos em conjunto e programas de intercâmbio.

É preciso procurar as fortalezas de cada um, pois não todos têm de oferecer de tudo. A especialização se faz necessária para que haja excelência em alguma disciplina, o que permitirá uma melhor formação e ser mais competitivos no mercado laboral.

5) Formação híbrida e on-line

As Universidades têm que se adaptar aos novos métodos de formação, oferecendo aos alunos as facilidades necessárias. Neste sentido, as infraestruturas adquirem uma grande importância para permitir aos estudantes diferentes tipos de formação, tanto presencial, como on-line e híbrida, além das plataformas necessárias para que a formação seja de qualidade.

6) Campus inteligente

No futuro as universidades estarão mais conectadas com a inovação, a investigação de novas ideias e o nascimento de empresas que sejam novidade. Não há dúvida de que hoje em dia as universidades são um dos principais focos criativos, e será uma tendência que aumente no futuro, quando o talento será cada vez mais indispensável para ter destaque no campo empresarial e/ou profissional. Prova disso são as universidades de HarvardMIT ou Berkeley.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.