Notícias

10 livros para ler antes do ENEM 2019

      
Faça seus próprios resumos na hora de estudar os livros para o ENEM
Faça seus próprios resumos na hora de estudar os livros para o ENEM  |  Fonte: Shutterstock
  • Apesar de não haver uma seleção de livros para o Enem obrigatórios, existem aqueles que geralmente estão presentes nas provas ao longo dos anos.
  • Isso não isenta o candidato de procurar saber quais os livros para o Enem que são mais cotados e regulares conforme os enunciados das questões.
  • Você que vai fazer as provas do Enem, precisa estar embasado com uma leitura dos principais autores brasileiros.

Muitos estudantes sonham com uma vaga nas principais universidades do país. E, se tem algo que os estudantes precisam ter para enfrentarem o Enem é a leitura em dia.

Os livros para o Enem são indispensáveis para apurar interpretação ao texto, por isso, eles precisam ser muito bem selecionados. Você deverá ler alguns destes livros para que possa responder as questões da prova com exatidão, precisão e autonomia.

Eles serão de úteis para aprofundar e expandir o seu vocabulário, a sensibilidade em interpretar o texto corretamente e conhecer mais a linguagem dos autores brasileiros, seus aspectos e seus estilos literários.

 

1. Memórias Póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis

Um clássico da literatura brasileira, Machado de Assis é ainda hoje considerado um dos maiores escritores da língua portuguesa.

Este livro é uma das obras mais sarcásticas do autor, devido a uma das características dos textos de Machado: a inovação temática, além da ironia, pessimismo e crítica às classes sociais que encontramos no seu conteúdo.

2. Grande Sertão: Veredas, de Guimarães Rosa

Seu estilo erudito, usando aspectos em diferentes culturas onde boa parte é inventada e outras são reais. É um dos mais importantes livros de literatura lusófona e brasileira Todo o enredo acontece no sertão correspondendo parte da Bahia e Minas Gerais.

3. Dom Casmurro, de Machado de Assis

Precursor do Modernismo, este romance impressionista é considerado a obra-prima de Machado. A narração da história é toda em primeira pessoa. O personagem principal é Bento Santiago e seu relacionamento com Capitu descreve o retrato moral da época, o seu caráter, o tema ciúme que envolve toda a trama, dentre outros aspectos abordados.

4. Vidas Secas, de Graciliano Ramos

Esta obra mostra o abismo existente entre os dois lados do Brasil: o do sudeste e o do nordeste, em uma era de substituição da agricultura pela industrialização, principalmente com a ascensão de Getúlio Vargas ao poder.

O livro faz parte da segunda geração do Modernismo no Brasil, onde as obras passaram a ser mais cruas, de caráter mais denuncista.

Muitos leitores até hoje se emocionam com a via crucis de Fabiano, em especial, com o destino da cachorra Baleia.

5. A Hora da Estrela, de Clarice Lispector

Leitura obrigatória para realizar a prova de linguagens e códigos.

O livro, mesmo se passando na época da Ditadura Militar (sua publicação foi em 1977), consegue transmitir a sua universalidade ao retratar o desamparo da protagonista Macabéa.

6. A Era dos Extremos, de Eric Hobsbawn

Hobsbawn mergulha nos acontecimentos do século XX e convida à refletir respeito de nossa história recente.

O livro divide a história do século passado em três “eras”: catástrofe, anos dourados e desmoronamento. Para o autor, esse período foi marcado profundamente por incertezas, crises e atrocidades.

7. O Povo Brasileiro, de Darcy Ribeiro

O antropólogo Darcy Ribeiro trata não somente das matrizes culturais brasileiras, mas também da formação étnica do nosso povo.

“O Povo Brasileiro” mostra as impressões do autor que podem servir para a área de história, como de geografia.

8. O Príncipe, de Nicolau Maquiavel

Este livro apresenta o significado do que é Estado Moderno. Relata as formas de conduzir os negócios públicos, tanto os internos como externos. Além disso, descreve fundamentalmente como conquistar o principado e também mantê-lo.

9. 1808, de Laurentino Gomes

O livro narra um dos episódios mais marcantes de nossa história, contando de um jeito divertido a fuga da família real portuguesa para o Brasil em face de uma possível invasão de Napoleão a Portugal.

A obra ajuda muito a revisar seus conhecimentos de história, sobretudo os relativos ao primeiro reinado.

10. Manifesto da Poesia Pau-Brasil, de Oswald de Andrade

A obra inicia o movimento Modernista no país. O livro mostra as principais noções estéticas que nortearam o movimento modernista pelas décadas seguintes.

Constitui-se uma das melhores obras para se ter uma visão mais crítica do modernismo europeu, sendo possível traçar um panorama sobre os principais acontecimentos ocorridos no período, colaborando para o conhecimento histórico, além do literário.

 

O Enem tem preferência por autores que viveram no modernismo e pós-modernismo, então, é sempre bom você buscar a variedade em ler os mais diversos.

Quanto mais abrangente e diferenciado os livros que você for ler como estilos de escrita, fases do período em realismo, modernismo, romantismo, melhor para o seu aprendizado e desempenho na hora da prova.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.