text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Aprendendo francês sozinho

      
Francês é o idioma oficial de pouco mais de 30 países, o que representa mais de 136 milhões de nativos. Se você quer se juntar a eles e se tornar fluente neste idioma, hoje, existem inúmeras formas. Então, como aprender francês sozinho?
Francês é o idioma oficial de pouco mais de 30 países, o que representa mais de 136 milhões de nativos. Se você quer se juntar a eles e se tornar fluente neste idioma, hoje, existem inúmeras formas. Então, como aprender francês sozinho?  |  Fonte: Shutterstock

Ainda assim, o francês mantém seu público de alunos interessados e ainda possui um espaço de destaque no ambiente acadêmico, em especial em áreas como ciências sociais, direito (em especial, o público), relações internacionais e história.

Além de ser uma das línguas mais belas do mundo, o francês possui uma gramática trabalhosa e, portanto, requer dedicação e disciplina do aluno. Se você está se perguntando como aprender francês, esse é o post que você precisa ler.

Cursos tradicionais X ensino à distância

No Brasil, existem cursos tradicionais, com professores consagrados e um formato de aula clássico. Porém, com o dinamismo do mundo de hoje, não é difícil ver pessoas que têm grande dificuldade em se comprometer com a presença dentro de uma sala de aula 1 ou 2 vezes na semana.

Nossa sociedade acabou encontrando novas formas de aprendizado, onde a aula vai até o aluno através das plataformas de ensino online. Apresentando custos muito mais acessíveis, os cursos de línguas online ganham adeptos todos os dias. Isso motivou até mesmo os cursos tradicionais a se reinventarem para atender essa demanda.

Em 2012, a maior escola de francês do Brasil, a Aliança Francesa, lançou sua plataforma oferecendo preços mais acessíveis nos seus cursos, agora disponíveis onde e quando você quiser. Você terá acesso às aulas, exercícios, avaliações e, ao final, recebe um certificado emitido pela Aliança Francesa, uma instituição certificada pelo governo francês.

Surgindo já como um centro de educação a distância, o curso oferecido pelo CFOL também oferece professores, certificados e avaliação. É um curso estruturado em módulos de 12 meses e conta com a possibilidade de envio de dúvidas a um tutor disponível para atendimento por chat e email.

Aprendendo online e de forma gratuita

Além dessas opções tradicionais que migraram para plataformas digitais, existem ainda profissionais que se dedicam a compartilhar conteúdo de qualidade e gratuito ou a preços baixos. Atualmente, você encontra sites e aplicativos onde você pode aprender ou apenas treinar suas habilidades em francês:

  • Busuu - Disponível para iOS e Android. Trata-se de uma comunidade de usuários onde você recebe a correção e o feedback de falantes nativos. Tem exercícios de reconhecimento de fala para melhorar a pronúncia e lições de gramática. Possui 3 opções de assinatura.

  • BBC - Uma iniciativa da BBC para o aprendizado gratuito de mais de 30 idiomas que oferece vocabulário, gramática e diversas atividades lúdicas para complementar o aprendizado.

  • Babbel - Disponível para iOS, Android e no website. Oferece 5 opções de planos, com pagamento mensal e inúmeras opções de idiomas. A primeira lição gratuita.

  • Duolingo - Disponível para iOS, Android e no website. O serviço é totalmente gratuito, mas existe uma versão plus sem anúncios.

Além de plataformas de aprendizado, o ensino de idiomas também já domina o YouTube! Existem diversos professores que oferecem aulas gratuitas e vão te mostrar como aprender francês sozinho. Vários desses professores complementam seu curso com um material didático que pode ser adquirido mediante pagamento.

Cuidados que você deve ter ao estudar sozinho

Ao decidir aprender qualquer nova habilidade, é fundamental que o aluno fique atento para não cair nos principais erros de quem decide ser autodidata. Se você não sabe como aprender francês sozinho, fique atento a esses pontos:

  • Faça um planejamento de estudos

  • Respeite seus prazos e evite atrasos

  • Treine ao máximo

  • Estabeleça uma rotina de estudos periódica

  • Não desista

O estudo individual requer muita disciplina e comprometimento. Não é fácil, e você tem que avaliar se possui o perfil para isso. Comece traçando seus objetivos e metas de estudo e elaborando um planejamento periódico (diário, semanal ou mensal).

Nesse momento, é fundamental que você conheça o seu ritmo para não programar mais lições do que você consegue dar conta. Ainda que não tenha lista de presença, professores e colegas, não desmarque seus compromissos consigo mesmo. Caso contrário, você ficará atrasado e terá que se dedicar em dobro para retomar o ritmo.

Nem todos os dias você conseguirá cumprir a sua meta, mas não se sinta frustrado. O mais é importante é não desistir e, em breve, você já será capaz de ver pequenos progressos.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.