text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Educação Montessoriana: 4 características desse método de aprendizado

      
Autonomia e autoeducação são preceitos essenciais do Método Montessori
Autonomia e autoeducação são preceitos essenciais do Método Montessori  |  Fonte: istock

O fato do futuro herdeiro da realeza britânica, o príncipe George, estudar em uma escola Montessoriana trouxe grande fama para essa filosofia de aprendizado recentemente, mas o fato é que o Método Montessori já vem mostrando o seu valor há décadas e cada vez mais pesquisas comprovam a sua eficiência.

A Educação Montessoriana foi criada pela médica e pedagoga italiana Maria Montessori no início do século XX, a partir de suas experiências de ensino de crianças. Em 1911, os escritos da educadora atravessaram o Atlântico e conquistaram um grande interesse nos Estados Unidos.

Desde então, suas ideias vêm sendo propagadas, debatidas, atualizadas e aplicadas em diferentes continentes. Saiba mais sobre esse método de ensino e aprendizado e descubra quatro das suas principais características.

1. Valorização do sensorial

A Educação Montessoriana reconhece que os sentidos são essenciais para o aprendizado das crianças. Portanto, as escolas que seguem esse método investem fortemente na decoração e organização da sala de aula, bem como nos materiais didáticos.

Tudo nesse espaço deve ser adequado à educação infantil e poder ser acessado pelos alunos, porém, ao mesmo tempo, o ambiente deve ser limpo e organizado. O aprendizado precisa ser construído através não só da visão e da audição, mas também do tato.

A sala de aula e seus materiais devem ser interessantes, educativos e convidativos, para que as crianças elejam por conta própria as tarefas nas quais vão se engajar, individualmente ou em grupo.

2. Autoeducação

A Educação Montessoriana defende a liberdade e a autonomia dos alunos, assim como a não-padronização do aprendizado, já que cada criança tem seus interesses, suas experiências de vida e suas condições cognitivas.

O professor na Educação Montessoriana funciona como um guia, um mediador. Ele observa os alunos e auxilia a evolução de cada um, mas as crianças aprendem sozinhas, processo que é possibilitado pelo ambiente e os materiais adequados, bem como pela liberdade de errar e acertar por conta própria.

3. Educação cósmica

Na Educação Montessoriana, a criança é estimulada não só a aprender a cuidar de si, mas também dos outros e do ambiente, a partir da percepção de que tudo está conectado e de que há uma relação de interdependência.

Cada elemento do nosso cotidiano, mesmo aquele mais banal, integra a ordem cósmica e deve, portanto, estar presente na educação. O conhecimento no Método Montessori é construído a partir dessa percepção, usando elementos concretos da vida do aluno e de lições interdisciplinares.

4. A Educação Montessoriana continua em casa

Ao chegar da escola, a criança pode continuar sendo educada segundo o Método Montessori. É possível adaptar a casa e as atividades familiares de acordo com as premissas montessorianas. Estimular a liberdade, a autonomia e a atividade da criança é essencial para essa educação e, portanto, as vivências em casa devem fazer parte desse processo de estímulo e aprendizado.

Como sugere o portal Lar Montessori, mães e pais podem, por exemplo, estimular as crianças a ajudar em atividades domésticas, bem como deixá-las agir de forma mais autônoma dentro de casa, em vez de ajudá-las a realizar tarefas que poderiam fazer sozinhas.

É possível, por exemplo, colocar alimentos e bebidas, bem como utensílios básicos de cozinha em prateleiras baixas ou em uma mesa infantil, para que as crianças se sirvam por conta própria. Em outros espaços da casa, facilitar o acesso da criança aos objetos que ela pode utilizar também é essencial. É uma boa ideia disponibilizar por exemplo:

  • Um banco no banheiro e um adaptador de vaso.

  • No quarto, uma cômoda ou armário que a criança consiga acessar, com roupas que ela possa escolher vestir.

  • Uma cama baixa, para que ela possa se deitar e se levantar sem precisar de ajuda.

Seja em casa, seja na escola, a Educação Montessoriana vem conquistando cada vez mais adeptos, entre pais e educadores. A propagação do método também pode ser observada no Brasil, onde já há 45 escolas pelo país, com muitas delas tendo sido fundadas nos últimos poucos anos.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.