text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

A educação bilingue no Brasil

      
A educação bilíngue no Brasil é um segmento que tem ganhado inúmeros adeptos nos últimos anos, principalmente com o reforço do multilinguismo no mundo.
A educação bilíngue no Brasil é um segmento que tem ganhado inúmeros adeptos nos últimos anos, principalmente com o reforço do multilinguismo no mundo.  |  Fonte: istock

Este movimento de valorização do aprendizado de novas línguas traz consigo um crescimento na busca dos pais por uma educação bilíngue para seus filhos. Até bem pouco tempo, as poucas escolas bilíngues no país tinham um público bem distinto, normalmente filhos de estrangeiros e membros do corpo diplomático de outros países.

O que se verifica hoje é que muitos pais brasileiros, mesmo sem laços e sem quaisquer intenções de emigrar para outros países, buscam o caminho oferecido pela educação bilíngue para seus filhos. Este ainda é um mercado restrito e ainda inacessível para muitas famílias, dado o elevado valor das mensalidades, mas pouco a pouco, tem conquistado um público que não quer mais o ensino tradicional.

No que consiste a educação bilíngue?

O ensino bilíngue não significa o mesmo que as antigas escolas internacionais. Estas são instituições que seguem um currículo de um país estrangeiro, com disciplinas, grades de horário e conteúdos conforme a matriz escolar de seu país de origem.

A educação bilíngue, por sua vez, segue as diretrizes do Ministério da Educação e a grade curricular para o ensino brasileiro. O bilinguismo pode estar inserido em um horário estendido onde há uma carga de conteúdo extra referente ao idioma complementar ensinado pela escola. Existem ainda escolas que adotam o idioma estrangeiro como idioma principal falado nas dependências escolares, ainda que o currículo adotado seja o brasileiro.

Normalmente, as escolas bilíngues inserem toda a cultura do país estrangeiro no dia a dia escolar. Portanto, o bilinguismo vai muito além do idioma, já que é uma forma de o aluno ter contato e absorver um idioma e cultura de outro país mesclado com o do Brasil em um ambiente de imersão.

O melhor momento para a entrada na escola

Em geral, muitas escolas bilíngues já oferecem vagas desde a educação infantil, mas também é possível encontrar uma grande oferta de creches e escolinhas bilíngues nas grandes cidades.

Se o seu interesse é direcionar seu filho para a educação bilíngue, o ideal é buscar uma escola que ofereça o idioma escolhido o mais cedo possível. Inúmeros estudos comprovam que a primeira infância, entre 2 e 4 anos, é o período em que as crianças têm a maior facilidade para aprender um novo idioma. O cérebro está em pleno desenvolvimento para a assimilação de seu vocabulário. Assim, a inclusão de outro idioma será mais fácil de ser absorvida pela criança ao mesmo tempo que o faz com seu idioma materno.

Por outro lado, já existem estudos que apontam que a partir dos 17 anos, em geral, os jovens já enfrentam maiores dificuldades de aprendizado de novas línguas.

Percebe-se que tanto crianças quanto adolescentes terão uma maior facilidade para a aquisição de fluência em outro idioma por meio de uma educação bilíngue, mas, como dito, sem dúvida, quanto menores ingressarem nesta nova rotina, mais suave será essa transição.

Vantagens e desvantagens da educação bilíngue

Assim como o ensino tradicional e o internacional, a educação bilíngue tem inúmeras vantagens e desvantagens. Caberá às famílias fazer uma ponderação no momento de fazer sua opção de matrícula.

Entre as principais vantagens, estão:

  • Domínio fluente de outro idioma

  • Melhora na capacidade cognitiva de fala, escrita e audição por trabalhar todos os três campos em múltiplos idiomas

  • Imersão em outro ambiente cultural

  • Manutenção da grade curricular brasileira para o caso de opção de vestibulares no Brasil

Entretanto, a depender da realidade da sua família, os altíssimos custos das escolas bilíngues podem ser um fator determinante que inviabiliza esta possibilidade. Além disso, caso o aluno não se adapte ou opte por uma mudança de escola, ainda que com o mesmo currículo, o ambiente como um todo das escolas bilíngues é diferente e é possível que existam dificuldades na transição.

O que é interessante na expansão da educação bilíngue é que ela evidencia uma tendência de valorização do ensino de idiomas e isso contribuiu para a popularização não apenas das escolas, mas também dos cursos de idiomas.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.