text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Inovando para educar: ensino híbrido na escola

      
Inovando para educar: ensino híbrido na escola
Inovando para educar: ensino híbrido na escola  |  Fonte: Fotos Universia

EXPLORANDO O ENSINO HÍBRIDO 

O ensino híbrido proporciona métodos educacionais inovadores, como o uso do laboratório rotacional, rotação por estações e sala de aula invertida (ver https://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2018/08/31/1161484/ensino-hibrido-saiba-modalidade-tornou-tendencia.html ). 

Todas estas metodologias pedagógicas combinadas com o uso de equipamentos conectados à internet (ferramentas digitais), permitem um maior aproveitamento dos alunos, que passam a desenvolver a autonomia e um interesse revonado pela aulas. (ver https://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2014/03/21/1089818/infografico-entenda-e-educaco-hibrida-e-ela-e-uma-tendencia-na-educaco.html ).

Tanto o laboratório rotacional quanto a rotação por estações são baseadas no pressuposto de alunos que interagem entre si com vistas ao aprendizado. Já a sala de aula invertida, pressupõe que o aluno estudará e pesquisará os conteúdos em casa, indo para a escola somente para tirar dúvidas e ter os exercícios corrigidos pelo professor.

ESTAÇÕES DE APRENDIZAGEM

Sabemos que dentro da realidade da escola pública brasileira, dificilmente os alunos trarão de casa seus Notebooks, iPad´s e Smartphones, ou então dificilmente a escola conseguirá disponibilizar estes equipamentos eletrônicos em número suficiente para atender os alunos. 

Mas isto não impede o professor de aplicar o ensino híbrido dentro da sala de aula. 

As estações de aprendizagem facilitam o trabalho neste sentido. Ao organizar o espaço de aprendizagem em pequenos grupos, dispondo as carteiras e bancos escolares em círculos (estações) espalhados pelo espaço da sala, o professor determinará para cada “espaço” assim organizado, um determinado objetivo e tarefa pedagógica. Os alunos se dividirão em grupos que terão que percorrer ao final da aula todas as estações de aprendizagem. O professor pode trazer o próprio notebook/tablet/iPad/Smartphone para uma destas estações. 

Como a ideia desta pedagogia é “mesclar” o ensino online e presencial, não é necessário que todos os alunos estejam equipados com estes eletrônicos em sala de aula. 

Mas a bem da verdade, sabemos que o uso de celulares em sala de aula têm causado transtornos e prejudicado o desempenho acadêmico e escolar. Já que boa parte dos alunos carrega estes aparelhos para a escola, por que o professor não pode aproveitá-los para o ensino híbrido?

O assunto é tão antigo que este solução já foi proposta em artigo de 2014 no site Universia 

Ver https://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2014/07/11/1100488/professores-alunos-podem-usar-celulares-aprendizado.html

SALA DE AULA INVERTIDA

Aproveitando ainda o furor dos alunos pelo uso da Internet e das redes sociais, o professor pode aplicar uma outra metodologia do ensino híbrido: a sala de aula invertida

Nesta modalidade, o professor disponibiliza temas que os alunos terão que escolher em sala de aula e pesquisar em casa. A grande diferença de outras tarefas de trabalho em grupo onde o educador seleciona assuntos para os alunos pesquisarem e apresentarem em sala, é que na sala de aula invertida, todo o processo será acompanhado online pelo professor.

Para isto, pode-se por exemplo criar um grupo de rede social com todos os alunos da turma e voltado especificamente para este propósito. Através deste grupo o professor pode enviar vídeos, slides e links como ponto de partida para os alunos, que a partir deste material terão que investigar mais a fundo os temas. 

O espaço físico da escola seria utilizado tão simplesmente para os alunos apresentarem os resultados dos seus estudos em forma de seminário. Ou seja, ocorre uma inversão: Os alunos assumem o lugar do professor que atua tão somente como um mediador educacional e não como detentor único do saber.

Estas foram, em resumo, algumas metodologias do ensino híbrido que podem ser facilmente aplicadas na escola. Nos tempos em que vivemos é preciso inovar para educar, e o ensino híbrido pode ser a ferramenta mais eficaz nesta extraordinária atividade que é formar outro ser humano. 


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.