text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Realizando o sonho de estudar no exterior

      
Os caminhos e opções para realizar o sonho de estudar no exterior são muitos.
Os caminhos e opções para realizar o sonho de estudar no exterior são muitos.  |  Fonte: iStock

PRIMEIRO PASSO: TRAÇANDO OBJETIVOS


Antes de mais nada, é preciso saber que o planejamento é essencial, e traçar objetivos claros e precisos vai facilitar muito as escolhas posteriores. Por outro lado, para traçar estes objetivos exige que o aluno tenha uma ideia muito clara do que ele pretende seguir na vida acadêmica e profissional.


Por exemplo, se o seu sonho for estudar História, é importante saber que existe uma tradição historiográfica na França, outra na Alemanha e outra no Reino Unido. O mesmo vale para outras áreas do conhecimento como a Antropologia e a Filosofia. 


Certamente, alguns países não possuem uma tradição forte em nenhuma disciplina, por outro lado se o seu objetivo em estudar no exterior for o aprimoramento de um idioma, isto não fará tanta diferença.


Neste sentido, um intercâmbio na Argentina ou no Uruguai pode ser uma opção barata para um brasileiro que deseja passar por um período de imersão na língua espanhola, devido à proximidade e ao custo de vida mais barato do que na Espanha.


SEGUNDO PASSO: PROCURANDO UMA BOLSA DE ESTUDOS OU FINANCIAMENTO


Este passo pode ser uma dos mais difíceis não pela dificuldade de se encontrar uma bolsa de estudos ou financiamento, mas pela grande oferta das mesmas. Qual escolher? 


Algumas bolsas de estudo são específicas para certos grupos de pessoas. Por exemplo, existem bolsas que são somente para mulheres, bolsas para afrodescendentes, bolsas para estudantes latinoamericanos em geral e etc.


Da mesma forma existem as bolsas que são voltadas para certas áreas do conhecimento, o que limita bastante as opções para os alunos. Outro fator limitador, dependendo do perfil do aluno, é que nem toda bolsa de estudos contempla a família do aluno. Portanto, algumas vezes estudar no exterior para quem possui vida conjugal e filhos, pode significar um gasto extra com despesas para o resto da família. 

 

A dificuldade deste passo encontra-se na conjugação destes dois fatores: perfil do candidato e seus objetivos acadêmicos.


Ver https://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2018/04/24/1159534/bolsa-estudos-exterior-fazer-conseguir.html


TERCEIRO PASSO: PLANEJANDO OS ESTUDOS


Depois de conseguir a bolsa, o próximo passo é planejar os estudos na universidade escolhida. Normalmente, para manter uma bolsa exige-se que o aluno mantenha um mínimo de notas ao longo do período de estudos. 


Como algumas bolsas não são parciais, ou quando são totais cobrem somente as despesas com os estudos, muitas vezes o aluno-bolsista precisa trabalhar e estudar. Evidentemente, isto exigirá uma grande disciplina do aluno. Ele deverá ter também um grande equilíbrio emocional, principalmente se possuir filhos e cônjuge, estejam eles morando na mesma residência ou no país de origem. 


Portanto, é importante que tudo seja planejado e discutido com antecedência. Nada é impossível, principalmente, quando se sabe o que quer e quando se está preparado. 


Sendo assim, se estudar no exterior for realmente seu sonho, trace bem seus objetivos, procure a melhor bolsa de estudos e faça um bom planejamento.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.