text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Dedução e indução: entenda de uma vez por todas a diferença entre os dois

      
O conhecimento humano atual deve muito aos métodos dedutivo e indutivo.
O conhecimento humano atual deve muito aos métodos dedutivo e indutivo.  |  Fonte: iStock

Como o ser humano elabora verdades? Como identificamos quais raciocínios e argumentos são válidos? Para alcançar verdades e construir conhecimento, a humanidade faz uso de diferentes formas de raciocínio, ou seja, de modos de conectar e gerar ideias. A dedução e a indução são dois desses modos.


Na pesquisa científica, eles são classificados como métodos de abordagem, ou seja, possíveis formas de raciocínio que norteiam a investigação e fornecem a base lógica para o seu desenvolvimento. Mas de que forma eles fazem isso? E qual é, afinal, a diferença entre dedução e indução? Continue lendo este artigo e descubra!

O que é dedução

A dedução, ou método dedutivo, parte de uma lei ou teoria geral para deduzir conclusões relativas a questões particulares. A partir de premissas validadas pela ciência e tidas como verdadeiras, o cientista elabora verdades particulares. Assim, a conclusão só pode ser considerada correta se todas as premissas forem verdadeiras. 


Veja um exemplo:


  • Todo homem é mortal;

João é um homem;

logo, João é mortal.


O filósofo grego Aristóteles chamou de “silogismo” a esse processo de raciocínio lógico. Um silogismo é justamente um argumento dedutivo que extrai uma conclusão da relação entre duas premissas.


A dedução é muito importante na Matemática e na Física, já que, a partir de leis gerais, é possível deduzir uma série de conclusões significativas nesses campos do conhecimento.


O método dedutivo também é a base de várias pesquisas científicas que buscam testar premissas gerais frente a observações particulares. Tais pesquisas podem, assim, comprovar a veracidade ou, no caso do método hipotético-dedutivo, a falibilidade das premissas utilizadas.

O que é indução

Na indução, ou método indutivo, o trajeto rumo ao conhecimento começa na observação. Partindo do que se é observado, ou seja, do particular, elabora-se uma regra geral. A indução se baseia, portanto, na generalização e na probabilidade.


Ao se basear em um salto para a generalização, o método indutivo, portanto, só pode garantir a verdade até certo grau. Ou seja, a sua conclusão tem apenas um grau de probabilidade de ser verdadeira.

 Veja alguns exemplos:


  • Foram observados 100 cisnes, todos eram brancos.

Logo, todos os cisnes são brancos.


  • Até hoje, o sol nasceu todos os dias.

Logo, o sol nasce todos os dias.


Esse é um método de abordagem muito utilizado nas Ciências Naturais e costuma ser combinado com métodos de procedimento como o experimental e o estatístico. Ao realizar uma pesquisa científica com base no método indutivo, o caminho percorrido pelo pesquisador é o seguinte:


  1. Observação;

  2. hipótese;

  3. experimentação;

  4. análise;

  5. generalização.

Diferenças entre dedução e indução

Confira as principais diferenças entre dedução e indução:


  • Enquanto a dedução parte do geral para o particular, a indução parte do particular para o geral.

  • A dedução interpreta o mundo "a partir de cima", ou seja, a partir de um sistema de regras já definidas; a indução interpreta o mundo "de baixo", buscando regras.

  • Isso significa que a indução parte da observação de fatos para a formulação de leis gerais, enquanto a dedução parte das leis gerais para a constatação de fatos particulares.

  • A conclusão da indução apresenta ideias novas, ou seja, que não estavam presentes na premissa; já na dedução, a informação contida na conclusão já está, de alguma forma, incluída nas premissas.

  • Se todas as premissas do método dedutivo são verdadeiras, a sua conclusão é necessariamente verdadeira; já no caso da indução, não há garantia total de verdade, apenas probabilidade.


Gostou de aprender sobre dedução e indução? Saiba mais sobre Filosofia, clicando aqui.


Diferenças entre dedução e indução

 

Inscreva-se e receba este infográfico gratuitamente


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.