text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Sair da zona de conforto para mudar

      
Ao contrário do que se pensa, a zona de conforto não tem relação com uma situação agradável.
Ao contrário do que se pensa, a zona de conforto não tem relação com uma situação agradável.  |  Fonte: iStock

Isto é verdade principalmente no caso dos jovens que se preparam para o vestibular, o ENEM ou ainda disputam uma vaga de emprego. 


No entanto, existem razões ainda mais profundas, além da educacional e profissional, para um indivíduo sair da sua zona de conforto.


Ao contrário do que se pensa, a zona de conforto não tem relação com uma situação agradável, mas é o nome que dá a uma rotina estabelecida a partir de tudo aquilo com o que estamos acostumados, seja bom ou ruim.


Sendo assim, estar na zona de conforto pode muitas vezes significar a falta de capacidade e iniciativa para sair de uma situação prejudicial para a própria pessoa que se encontra nesta “zona”.


O site de psicologia “A Mente é Maravilhosa” listou alguns motivos para se sair da zona de conforto em artigo de Abril de 2016. Entre alguns dos motivos listados estão a descoberta de potencialidades antes desconhecidas, maior flexibilidade, maior confiança, eliminação de muitos medos, aumento da criatividade  e inteligência e, até mesmo, aumento da vontade de viver etc.


Ver https://amenteemaravilhosa.com.br/razoes-sair-zona-de-conforto/


SAINDO DA ZONA DE CONFORTO


Existem diversas opções para alguém sair da zona de conforto. O ideal é o indivíduo procurar a ajuda profissional de um psicólogo, mas caso esta opção esteja muito além das possibilidades da pessoa em questão, listaremos a seguir algumas dicas que podem ser seguidas facilmente por qualquer pessoa.


Autoconhecimento - É fundamental conhecer a si próprio. Ter uma boa noção das potencialidades, defeitos, limitações, vícios de personalidade, qualidades etc. faz com que o indivíduo saiba por que se comporta de determinada maneira e também o que ele deve mudar em seu comportamento. O autoconhecimento não está em primeiro lugar à toa, ele é o passo mais importante para se começar a sair da zona de conforto. 


Viagem - Fazer uma viagem, além de um significado simbólico, força o indivíduo a quebrar a sua rotina, retirando-o literalmente da sua “zona de conforto”, e jogando-o em uma situação nova e inesperada. 


Aprender um novo idioma - Assim como acontece com a viagem, aprender um novo idioma faz com que o cérebro experimente novas situações e realidades que vão quebrando a rotina do indivíduo, retirando-o da zona de conforto.


Ver https://blog.treinamentoomongeeoexecutivo.com/porque-sair-da-zona-de-conforto/


CONSEQUÊNCIAS


As consequências por alguém sair da zona de conforto são o desenvolvimento pessoal e o crescimento profissional. Fora da zona de conforto o indivíduo estará motivado para novos desafios tanto no trabalho quanto na vida, pois no realidade a zona de conforto é a acomodação em uma determinada rotina por falta de ousadia ou insegurança. 


Esta falta de ousadia e insegurança, muitas vezes, são decorrentes da falta de conhecimentos e experiência, natural nos mais jovens. Por conta disso, é importante que estejamos sempre nos aprimorando e buscando nos atualizar não somente em nosso campo profissional, mas em áreas diversas para que nossa confiança diante do mundo aumente ainda mais. 


Repetindo, zona de conforto significa se acomodar dentro de uma rotina, e para sair da zona de conforto é necessário adquirir confiança, e esta confiança se adquire através do conhecimento - não somente o conhecimento intelectual, mas o autoconhecimento e a exploração de novas realidades.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.