text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Como calcular a média do enem?

      
Saiba como calcular a média do ENEM e conheça o método TRI.
Saiba como calcular a média do ENEM e conheça o método TRI.  |  Fonte: iStock

Como funcionam as notas do ENEM


O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) costuma manter um calendário anual fixo com a aplicação de suas provas ocorrendo no início do mês de novembro e a divulgação dos resultados marcada para janeiro. Quando são divulgadas as notas, o candidato terá acesso a cinco notas diferentes, sendo cada uma delas atribuída a uma das quatro provas objetivas realizadas e mais a redação. São elas, por ordem de aplicação:


  • Ciências Humanas e suas Tecnologias

  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias

  • Redação

  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

  • Matemática e suas Tecnologias


Como são obtidas as notas das provas objetivas


As quatro provas objetivas do ENEM totalizam 180 questões, sendo 45 para cada uma das áreas do conhecimento. Após a realização da prova e da divulgação do gabarito, os candidatos podem saber quantas questões acertaram, mas somá-las não representa a nota que vão tirar. 


Isto porque o ENEM utiliza um modelo de cálculo chamado Teoria de Resposta ao Item (TRI). O objetivo é avaliar as habilidades, minimizando os “chutes” e realmente atribuindo o mérito ao conhecimento do candidato. Como funciona isso?


Todas as questões da prova são classificadas de acordo com o seu nível de dificuldade (Fácil, Médio e Difícil). A ideia é que um candidato que possui um nível avançado de conhecimento e proficiência na disciplina, irá acertar todas (ou quase todas) as questões fáceis e medianas, encontrando alguma dificuldade apenas nas difíceis.


O que o TRI faz? Ele é capaz de identificar, baseando-se no padrão de acertos do aluno, se o acerto da questão foi fruto de um chute ou porque ele de fato sabia. Com base nisso, a atribuição da nota de cada questão será feita com variando entre o ponto inteiro ou não. Perceba que isto desvincula a sua pontuação do simples acerto da questão.


Os níveis de dificuldade não são determinados no momento da elaboração da prova pela banca, e sim, quando de sua correção. As questões que possuem os maiores índices de acerto serão classificadas como fáceis e aquelas com as menores taxas serão as de nível difícil. A pontuação por questões é, portanto, variável, com as questões consideradas fáceis valendo menos do que o aquelas classificadas como difíceis.


As respostas assinaladas no cartão-resposta são lidas por um software capaz de realizar uma avaliação diagnóstica individual de cada aluno, com base nos seus padrões de resposta. Ao final, o aluno recebe uma nota que varia até 1000 para cada uma das provas objetivas.


Como funciona a nota da redação?


Ao contrário das provas objetivas, a redação do ENEM tem sua correção dividida em cinco competências que são avaliadas sempre por dois corretores distintos. Cada competência varia entre 0 e 200, sendo 1000 o grau máximo possível que o aluno pode receber. São elas:


  • Competência 1 - Domínio da norma culta da Língua Portuguesa;

  • Competência 2 - Compreensão da proposta de redação e correta aplicação de conceitos para desenvolvimento, produzindo texto dissertativo-argumentativo;

  • Competência 3 - Emprego de fatos e argumentos para defesa do ponto de vista;

  • Competência 4 - Conhecimento dos mecanismos de argumentação

  • Competência 5 - Proposta de intervenção acerca do problema abordado, mantendo o respeito aos direitos humanos.


E como calcular a média do ENEM?


Todas as notas do aluno serão publicadas no site oficial do exame. Após a consulta, o candidato poderá encontrar sua média através da sua média aritmética simples, ou seja, somando as cinco notas e dividindo o resultado por cinco. Esse resultado pode ser utilizado para os processos seletivos do Sisu, Fies e ProUni.


Com o crescimento da aceitação do ENEM como forma de ingressos nas universidades, as instituições têm criado pesos diferenciados ou notas mínimas de corte para as matérias que julgam mais importantes de acordo com cada carreira. Nesse caso, podemos dar como exemplo um aluno que deseja ingressar no curso de engenharia poderia ter um peso 3 para sua nota em matemática e o que busca uma vaga no curso de direito, manter o peso 1 para matemática, mas sua nota de português sujeita a um peso 3.

 

Na Universia Brasil, você encontra um vasto material para a sua preparação para o ENEM, desde destaques sobre como utilizar as provas anteriores para orientar o seu estudo até uma análise das matérias mais cobradas pelo exame, separadas por disciplina.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.