text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Guia rápido para se comportar bem no primeiro dia de emprego

      
Crédito: Shutterstock.com
Crédito: Shutterstock.com

 

O primeiro dia em um novo emprego pode ser bastante assustador. Um novo lugar, novas pessoas e novos processos. Enfrentar tudo isso acaba causando mais nervosismo que o necessário e, em consequência, corremos o risco de nos comportar da maneira errada.

 

Leia também:
» Ilustrações: guia prático para se vestir bem no primeiro dia de trabalho
» Como agir quando o recrutador oferece um emprego a você
» Como agir ao cometer um erro no trabalho

 

Para evitar que você cometa alguma gafe, a Universia Brasil convidou a consultora Cláudia Matarazzo para falar sobre as regras de etiqueta que devem ser seguidas nessa situação. A seguir, confira as dicas para ser o colega de trabalho com quem todos querem trabalhar desde seu primeiro dia:

 

Postura
Cláudia Matarazzo afirma que o primeiro dia é o momento de conhecer o ambiente e os colegas, mas sem deixar de se colocar. "O novo funcionário deve manter uma postura discreta, não dar palpite, falar quando for chamado. Mas também é preciso se apresentar para as pessoas, dizer o que vai fazer, pedir conselhos. Resumindo, o essencial é ter uma postura antenada e discreta, sempre sóbria. Em hipótese nenhuma entre fazendo piadinhas e tentando agradar todo mundo", aconselhou.

 

Boas práticas
Para a consultora, existem algumas práticas capazes de identificar você como um bom profissional e colega de trabalho mesmo no primeiro dia. “É de bom tom se apresentar para o chefe, tentar lembrar o nome das pessoas (pelo menos as mais próximas), perguntar quem pode apresentar a você as dependências da empresa e qual será o melhor momento para isso”, recomendou.

 

Erros imperdoáveis
Certos comportamentos podem "queimar o seu filme" logo no primeiro dia. Entre eles, a consultora aponta a invasão do espaço alheio. "Dar palpite sem ser chamado é uma péssima maneira de começar. Falar alto, deixar o telefone tocar no alto ou em um toque inadequado, atender sem discrição... Tudo isso é invasivo, incomoda. O novato não tem que ser invisível, mas sem dúvida precisa ser uma presença leve", lembrou Cláudia Matarazzo.

 

Hora do almoço
A hora do almoço pode ser bastante delicada para o novato. Nesse momento, ele tem duas alternativas: "o ideal é que ele espere ser convidado para o almoço, mas também pode tentar se envolver com as pessoas mais amigáveis e solícitas com quem teve contato desde o início do dia."

 

Excesso de energia
Em seu livro Etiqueta sem Frescura, Cláudia Matarazzo comenta que excesso de energia logo no primeiro dia pode ser entendido de maneira equivocada. Para a consultora, esse tipo de comportamento deve ser evitado porque "o primeiro dia é apenas o momento de se apresentar. A pessoa tem que se policiar e perceber como ela está se comunicando. É preciso ter a consciência de que as coisas não mudarão no primeiro dia."

 

Ansiedade
Outra dica de Cláudia Matarazzo em seu livro é evitar demonstrações de ansiedade. De acordo com ela, "no primeiro dia não se é íntimo de ninguém. Por isso, o tratamento profissional deve imperar. Faça um exercício antes de sair de casa, parece bobagem, mas respirar fundo funciona. Se perder a calma o novato começa a suar, gaguejar... Tudo que causa uma impressão negativa."

 

Como estabelecer bons relacionamentos
Há algumas regras principais para estabelecer bons relacionamentos com os superiores e colegas de trabalho desde o primeiro dia. Segundo Cláudia Matarazzo, o segredo está na comunicação. "Para se dar bem logo no primeiro dia o novato precisa perceber as pessoas no ambiente de trabalho. Tem que ouvir e entender a pessoa. Existem as pessoas que são mais de conversa e aquelas mais burocráticas, o segredo é se comunicar de acordo com a preferência dos colegas. Depois de adequar a comunicação, vale tentar o olho no olho, estar atento ao que o outro fala. Além disso, você não pode impor suas ideias. Sempre que for contribuir nas discussões, esteja bem embasado, com bons argumentos e dê o tom de sugestão", finalizou.

 

 


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.