text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Como começar um negócio online enquanto ainda está na faculdade

      
Se você tem uma <strong>ideia de negócio on-line</strong> ou quer começar um e-commerce enquanto está na universidade, é preciso ter algumas noções de como ganhar dinheiro com ajuda da internet. Antes de começar a investir, confira a seguir 5 passos essenciais para <strong>dar um start no seu negócio</strong> de acordo com a revista Entrepreneur: <p></p><p></p><span style=color: #333333;><strong>Leia também:</strong></span><br/><a href=https://noticias.universia.com.br/tag/empreendedorismo-universitário/ title=Todas as notícias sobre empreendedorismo universitário>» <strong>Todas as notícias sobre empreendedorismo universitário</strong></a><br/><a href=https://noticias.universia.com.br/emprego/noticia/2016/09/16/1143676/10-universidades-formam-fundadores-startups.html title=As 10 universidades que mais formam fundadores de startups>» <strong>As 10 universidades que mais formam fundadores de startups</strong></a><p></p><p></p><strong>Ouça feedbacks antes do lançamento</strong><br/> Antes de lançar um produto ou serviço, <strong>é importante verificar sua relevância e a aceitação do público</strong>. Não se baseie na opinião de parentes e amigos, que estão emocionalmente envolvidos em seu negócio. A melhor forma de fazer essa análise é conseguir a validação de potenciais consumidores que não estão em seu círculo social. <p></p><p></p> Utilize ferramentas de pesquisa, como a Qualaroo e a Clienye Heartbeat, que mapeiam o que os consumidores estão dizendo na rede sobre determinado produto ou serviço, além de tendências de consumo. <p></p><p></p> Outra forma eficaz de medir o interesse do público no seu potencial negócio é utilizar plataformas de arrecadação de fundos on-line, como <strong>Crowfunding</strong>, por exemplo. Dessa, forma você verá quem realmente acredita na sua ideia, usando os investimentos como termômetro. <p></p><p></p><strong>1 - Crie um bom website</strong><br/> Além de ser a plataforma de vendas e contato com o cliente, <strong>o website precisa auxiliar na construção do posicionamento digital da sua futura marca</strong>. Aposte em um portal de fácil navegação e que solicite ao usuário a realização de um cadastro possibilitando assim a captação de leads. Lembre-se que é preciso registrar um domínio na internet e customizar sua página com plugins para e-commerce. <p></p><p></p><strong>2 - Conheça seus concorrentes e seus consumidores</strong><br/> É preciso estudar o trabalho e estratégias tanto das marcas concorrentes quanto das complementares. Ou seja, se você venderá alarmes de incêndio, por exemplo, deve procurar pelos websites de outras empresas que vendem o mesmo produto e também portais de marcas especialistas em segurança doméstica, por exemplo. <p></p><p></p> Seus potenciais consumidores estarão transitando por esses dois tipos de portais. Para entender seu comportamento e analisar quais websites estão sendo visitados, utilize ferramentas de pesquisa do Google para entender quais são os termos mais buscados na web e que estejam relacionados ao seu produto. <p></p><p></p><strong>3 - Crie planos de vendas e marketing</strong><br/> Para começar a vislumbrar os primeiros sinais de lucro, é preciso dar um passo para atrás e criar metas de receita mensal, unidades vendidas, assinaturas ou contratação de serviços, entre outros. Mesmo se esses resultados não se concretizarem, <strong>crie parâmetros e direcione seus esforços para atingir os objetivos</strong>. <p></p><p></p> Para começar a elaborar suas primeiras estratégias de marketing mais consistentes, crie um ou dois perfis nas redes sociais e comece a analisar sua audiência, o perfil do usuário que se interessa pelos seus produtos, entre outros. Facebook, Pinterest e Instagram são boas opções para novos negócios. <p></p><p></p> Outra estratégia é apostar em ações de marketing de conteúdo, produzindo e colaborando para outros portais com textos de temas relacionados ao seu produto. Aposte em um conteúdo interessante e não deixe de usar frases de call to action, como “compre aqui” ou “clique para saber mais”, que direcionam o possível comprador para a plataforma do e-commerce. Você também pode criar campos para cadastro, que solicitem nome e e-mail do usuário, com a intenção de prospectar leads. Eles serão úteis para futuras ações, como envio de e-mail marketing, newsletter ou ofertas. <p></p><p></p><strong>4 - Dê o seu melhor</strong><br/> Se dedicar de corpo e alma ao negócio é uma forma eficaz de conseguir bons resultados e diminuir gastos. No começo, por exemplo, evite contratar mão de obra para tarefas que você mesmo é capaz de realizar. Além de ser mais barato, você terá a chance de acompanhar os processos mais de perto. <p></p><p></p>
Fonte: Shutterstock
Se você tem uma ideia de negócio on-line ou quer começar um e-commerce enquanto está na universidade, é preciso ter algumas noções de como ganhar dinheiro com ajuda da internet. Antes de começar a investir, confira a seguir 5 passos essenciais para dar um start no seu negócio de acordo com a revista Entrepreneur:

Leia também:
» Todas as notícias sobre empreendedorismo universitário
» As 10 universidades que mais formam fundadores de startups

Ouça feedbacks antes do lançamento
Antes de lançar um produto ou serviço, é importante verificar sua relevância e a aceitação do público. Não se baseie na opinião de parentes e amigos, que estão emocionalmente envolvidos em seu negócio. A melhor forma de fazer essa análise é conseguir a validação de potenciais consumidores que não estão em seu círculo social.

Utilize ferramentas de pesquisa, como a Qualaroo e a Clienye Heartbeat, que mapeiam o que os consumidores estão dizendo na rede sobre determinado produto ou serviço, além de tendências de consumo.

Outra forma eficaz de medir o interesse do público no seu potencial negócio é utilizar plataformas de arrecadação de fundos on-line, como Crowfunding, por exemplo. Dessa, forma você verá quem realmente acredita na sua ideia, usando os investimentos como termômetro.

1 - Crie um bom website
Além de ser a plataforma de vendas e contato com o cliente, o website precisa auxiliar na construção do posicionamento digital da sua futura marca. Aposte em um portal de fácil navegação e que solicite ao usuário a realização de um cadastro possibilitando assim a captação de leads. Lembre-se que é preciso registrar um domínio na internet e customizar sua página com plugins para e-commerce.

2 - Conheça seus concorrentes e seus consumidores
É preciso estudar o trabalho e estratégias tanto das marcas concorrentes quanto das complementares. Ou seja, se você venderá alarmes de incêndio, por exemplo, deve procurar pelos websites de outras empresas que vendem o mesmo produto e também portais de marcas especialistas em segurança doméstica, por exemplo.

Seus potenciais consumidores estarão transitando por esses dois tipos de portais. Para entender seu comportamento e analisar quais websites estão sendo visitados, utilize ferramentas de pesquisa do Google para entender quais são os termos mais buscados na web e que estejam relacionados ao seu produto.

3 - Crie planos de vendas e marketing
Para começar a vislumbrar os primeiros sinais de lucro, é preciso dar um passo para atrás e criar metas de receita mensal, unidades vendidas, assinaturas ou contratação de serviços, entre outros. Mesmo se esses resultados não se concretizarem, crie parâmetros e direcione seus esforços para atingir os objetivos.

Para começar a elaborar suas primeiras estratégias de marketing mais consistentes, crie um ou dois perfis nas redes sociais e comece a analisar sua audiência, o perfil do usuário que se interessa pelos seus produtos, entre outros. Facebook, Pinterest e Instagram são boas opções para novos negócios.

Outra estratégia é apostar em ações de marketing de conteúdo, produzindo e colaborando para outros portais com textos de temas relacionados ao seu produto. Aposte em um conteúdo interessante e não deixe de usar frases de call to action, como “compre aqui” ou “clique para saber mais”, que direcionam o possível comprador para a plataforma do e-commerce. Você também pode criar campos para cadastro, que solicitem nome e e-mail do usuário, com a intenção de prospectar leads. Eles serão úteis para futuras ações, como envio de e-mail marketing, newsletter ou ofertas.

4 - Dê o seu melhor
Se dedicar de corpo e alma ao negócio é uma forma eficaz de conseguir bons resultados e diminuir gastos. No começo, por exemplo, evite contratar mão de obra para tarefas que você mesmo é capaz de realizar. Além de ser mais barato, você terá a chance de acompanhar os processos mais de perto.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.