text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Cometi um erro no trabalho e não sei como me redimir, e agora?

      
Assumir o erro é a melhor maneira de lidar com ele
Assumir o erro é a melhor maneira de lidar com ele  |  Fonte: Universia Brasil

O que devemos fazer quando cometemos um erro no ambiente de trabalho? Muitas vezes o erro pode ser considerado uma tentativa, mas, a partir do momento em que ele compromete uma demanda ou pode afetar outras pessoas, a melhor saída é saber assumi-lo.

Leia também:
» Empreendedorismo universitário: 3 erros que você DEVE evitar
» Formas de resolver os erros profissionais

Nunca omita algo que pode gerar um impacto negativo para a empresa na qual você trabalha. Fingir que não errou não é a solução. O indicado é estudar seu erro e procurar a melhor maneira de resolvê-lo. Quando você apresenta o problema, mas depois entrega uma solução, ameniza a repercussão da confusão.

Recentemente, o portal Catraca Livre enfrentou uma situação na qual teve que assumir um erro de publicação. No dia 29 de novembro, o site virou alvo de críticas nas redes sociais após publicar posts relacionados ao acidente de avião que transportava o time do Chapecoense para a Colômbia e deixou 76 mortos. Internautas criticaram um posicionamento sensacionalista por parte do veículo, que publicou matérias como “10 fotos de pessoas em seu último dia de vida” e “10 mitos e verdades sobre viajar de avião”.

Após a polêmica, Gilberto Dimenstein, fundador do Catraca, optou por se posicionar e reconhecer a falha, assumindo a responsabilidade pelo conteúdo dos posts. “Na hora em que começamos a analisar que o plano estava inadequado, decidimos pedir desculpas. A melhor atitude que você pode tomar para defender a seriedade do seu trabalho é mostrar como todos estão passivos a errar”, conta Dimenstein.

Ao falar sobre os erros cometidos ao longo de sua carreira, o jornalista afirma ter aprendido algo novo com cada um deles. “Só assim pude descobrir como me posicionar em determinadas situações e compreendi que pior do que não assumir um erro, é continuar insistindo em errar”, diz.

Para estabelecer – ou ganhar de volta – a confiança de seus colegas de equipe e da própria empresa, é necessário saber como se posicionar. Quando for assumir uma falha, conte de forma objetiva para não abrir espaço para interpretações equivocadas por parte do ouvinte. Apresente o contexto do erro, porém de maneira clara. E não deixe de contar nada! A transparência e a coragem são requisitos básicos em situações como essa. “É preciso bravura para ousar em nossos empregos, mas, mais do que isso, para saber voltar atrás quando algo não dá certo”, conclui Gilberto.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.