text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

A importância da transparência em um processo seletivo de emprego

      
A importância da transparência em um processo seletivo de emprego
A importância da transparência em um processo seletivo de emprego  |  Fonte: Universia Brasil
Notícias Seu Emprego, Universia Brasil

SEU EMPREGO

Recrutadores convidados pela Universia Brasil falam sobre como conseguir um emprego, mercado de trabalho e desenvolvimento profissional. Acompanhe a série

Cadastre seu CV grátis na Universia Emprego

Cadastre grátis aqui

Desde que cadastram seu currículo para uma oportunidade de emprego, candidatos passam a ser avaliados. Existem algumas características comportamentais, inclusive, que são as mais buscadas dentre esses profissionais.

Entre elas, está a transparência. Requisito básico exigido pela maioria dos gestores em processos seletivos. Funcionários transparentes são fundamentais para o bom andamento do negócio.

Quando um candidato demonstra sinceridade e boa índole em um processo seletivo, destaca-se de seus concorrentes, pois a conduta positiva revela que o profissional agirá da mesma forma em seu ambiente de trabalho.

Afinal, o que é ser transparente?

Uma pessoa transparente é sincera, age com franqueza, sabe assumir suas responsabilidades, se posiciona quando preciso e não esconde informações. Dentro de empresas, é fundamental que existam profissionais com esse perfil.

Funcionários transparentes são aqueles que se importam com o bem-estar do negócio e fazem de tudo para manter os bons resultados e a reputação do local em que trabalham.

Como agir com transparência durante um processo seletivo?

A resposta é simples: basta ser você mesmo, evitando mentiras e posicionamentos diferentes ao seu jeito de ser. Na Universia Brasil conseguimos identificar quando um candidato não é sincero. Por isso, aqueles que mentem só tendem a perder.

A transparência também pode ser observada em pequenas atitudes durante as avaliações: o candidato que não hesita em perguntar; que não tem medo de falar que não sabe; que não mente a respeito de suas habilidades e qualificações; que preza pelo bem-estar de todos os envolvidos no processo; que demonstra interesse na posição; que trabalha bem em equipe; que age de forma positiva em dinâmicas; que respeita seus concorrentes; e que responde com sinceridade aos questionamentos do time de recrutamento e seleção e do gestor responsável pela vaga.

Falsas afirmações são desmentidas ao longo do processo seletivo de forma natural. Candidatos costumam mentir mais sobre suas qualificações ou habilidades. Ou seja, fingem ter mais conhecimento em uma área do que realmente possuem. Fato é que: todas as competências técnicas são questionadas e testadas ao longo das etapas de seleção e, quem realmente não sabe, não tem como contornar a situação.

Não é só o candidato que deve ser transparente

A empresa contratante e o gestor responsável pela vaga devem ser sinceros em relação à expectativa da organização para aquele cargo. O candidato deve ser apresentado à cultura da companhia, ao dia a dia da área e aos requisitos básicos da vaga para a qual se candidatou.

Quando uma empresa omite as informações verdadeiras do candidato, ela só tem a perder. Se o funcionário não se identificar com o ambiente de trabalho, tende a desistir da posição, gerando consequências, inclusive financeiras, para a companhia.

Fale com os Recrutadores

Tem dúvidas sobre como conseguir um emprego? Conecte-se ao Facebook e envie sua pergunta no final da página. Nossos especialistas responderão.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.