text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Adquirindo competências profissionais

      
Adquirindo competências profissionais
Adquirindo competências profissionais  |  Fonte: istock

No mundo cada vez mais competitivo em que vivemos, onde existe uma grande oferta de especializações, formações, cursos de extensão, graduação e pós-graduação acessíveis a várias pessoas, haja vista a explosão de cursos online, não basta ter uma formação do tipo bacharelado + pós-graduação + idiomas. 

O que fará a diferença, não somente no momento de ser admitido no emprego, mas principalmente ao longo da jornada de trabalho, são as competências profissionais.

Mas como adquirir estas competências profissionais?

Vejamos:

Muitas são os sites de internet que divulgam competências profissionais, mas se formos fazer um apanhado daquelas competências julgadas as mais importantes e que se repetem em todas as listas, chegaremos a este conjunto de cinco: liderança, comunicação, comprometimento, saber trabalhar em equipe e controle emocional.

Vamos analisar cada uma destas competências profissionais e buscar por maneiras de desenvolvê-las para nosso proveito.

LIDERANÇA

Apesar de muitos acreditarem que a liderança é um dom que nasce com determinada pessoa, ela é uma habilidade que pode ser desenvolvida por qualquer um, desde que se tenha motivação suficiente e as técnicas corretas. 

De acordo com um site de avaliação psicológica (https://avaliacaodepessoas.com.br/competencias/desenvolvendo-a-lideranca-afinal-e-um-dom-ou-uma-habilidade/) o líder possui algumas características como: trabalhar em busca de resultados, estimular sua equipe, assumir responsabilidades e etc. Tudo isso pode ser posto em prática e desenvolvido. 

Ninguém nasce líder, mas se for corretamente orientada e estimulada, uma pessoa pode adquirir grandes habilidades de liderança. Esta habilidade de liderança pode ser importante, mesmo se o indivíduo não for o CEO da empresa onde trabalha, pois um empregado com habilidades de liderança é pró ativo e incentiva o resto da equipe a dar o melhor de si.

Este estímulo à liderança pode ser feito através do assinalamento de funções e tarefas para novos profissionais que demonstrem aptidão e interesse.

COMUNICAÇÃO

Comunicação é a base de tudo, e o profissional que não se comunica bem com seus colegas dificilmente conseguirá trabalhar em equipe, ou mesmo ser uma fonte de inspiração para eles.

Por outro lado, a boa comunicação envolve não somente saber comunicar suas ideias e saber ouvir a opinião alheia, mas também ser um bom observador da comunicação não-verbal, pois o nosso corpo fala mais do que as próprias palavras.

Organizar encontros fora do ambiente de trabalho, como festas e eventos, ajuda os profissionais da empresa a terem uma maior entrosamento entre si e a se conhecerem melhor, o que mais tarde irá refletir numa melhor comunicação no trabalho.

COMPROMETIMENTO

Certamente, um profissional que não possui comprometimento é um elo fraco na equipe e pode prejudicar muito a empresa. Por outro lado, se se é um líder que deseja o comprometimento daqueles sob sua liderança, deve antes aplicar este mesmo comprometimento a si mesmo. Esta é uma das principais competências profissionais, pois a falta de comprometimento pode arruinar facilmente qualquer ambiente de trabalho.

Como dito, a melhor maneira de desenvolver esta competência na equipe é a partir do comprometimento das lideranças.

SABER TRABALHAR EM EQUIPE

Quando não se é um autônomo que trabalha sozinho com seu próprio negócio, provavelmente se está trabalhando com outras pessoas. E, neste caso, deve ser feito um esforço para se trabalhar em equipe. E este trabalho em equipe, assim como as outras competências profissionais, pode e deve ser desenvolvido.

E o trabalho em equipe só funcionará bem se outras competências profissionais como competência e comprometimento estiverem bem assentadas.

CONTROLE EMOCIONAL

Finalmente, o bom profissional deve ter uma bom controle emocional, o que significa em outras palavras, um bom autoconhecimento. A melhor maneira de desenvolver isto é através da prática da meditação no trabalho, ou como é popularmente conhecido, mindfulness. O mindfulness já é aplicado de forma séria nas grandes empresas mundiais, pois seus resultados práticos de desenvolvimento pessoal são comprovados ( Ver http://www.calldaniel.com.br/blog-mind/meditacao-nas-empresas-conheca-4-grandes-empresas-que-tem-essa-pratica ).

Estas foram em resumo algumas das principais competências profissionais e algumas formas simples de adquiri-las. Existem muitas outras, mas esperamos ter mostrado as mais essenciais.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.