text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

4 motivos para estudar nos Estados Unidos

      
Fonte: Shutterstock
Com o aumento de oportunidades para estudar no exterior, como programas de mobilidade internacional e ofertas de bolsas de estudo, o número de brasileiros fazendo um curso superior nos Estados Unidos cresce a cada ano. Segundo o último relatório anual Open Doors, do Instituto de Educação Internacional (IIE), divulgado em novembro do ano passado, no ano letivo 2014-2015 o país contava com 23.675 estudantes brasileiros matriculados no ensino universitário norte-americano.

Você pode ler também:
» 4 locais na Ásia para realizar seu intercâmbio
» As 5 melhores dicas de intercâmbio para ler agora
» Todas as notícias sobre bolsas de estudo e prêmios

Os Estados Unidos são uma ótima opção para estudantes internacionais, pois têm o histórico de receber imigrantes de diversas regiões do mundo e contam com alunos de distintas nacionalidades e culturas em suas salas de aula. A Full Sail University, instituição de ensino superior norte-americana no segmento da indústria criativa, listou alguns dos principais motivos para fazer as malas e estudar nos EUA. Veja a seguir:

1. Conhecer novas culturas

Graças aos seus cursos reconhecidos internacionalmente e aos diversos programas de bolsas de estudo, as universidades norte-americanas costumam receber alunos de diversos países do mundo, vindos dos 5 continentes. Isso faz com que o ambiente universitário dos EUA seja muito mais do que um espaço para adquirir conhecimentos acadêmicos, já que proporciona um profundo intercâmbio cultural.

2. Formação mais rápida

Nos Estados Unidos, os cursos universitários costumam ter carga horária integral e, por isso, podem ser concluídos em apenas dois anos. Já no Brasil, a graduação tem em média 4 anos de duração. Essa formação mais curta proporciona ao aluno a oportunidade de dar continuidade aos estudos mais cedo, com cursos de especialização e pós-graduação.

3. Domínio da língua inglesa

Apesar de a maioria das universidades norte-americanas exigir que o estudante comprove proficiência em inglês antes de iniciar o curso, selecionando somente os alunos com bom domínio do idioma, conviver com nativos da língua e ter aulas no idioma deixam a pronúncia mais afiada e preparam ainda mais o estudante para o mercado internacional. Já para quem não tem domínio nenhum da língua, é possível fazer um curso de idiomas no país e conseguir chegar ao nível de proficiência.

4. Oportunidade de carreira internacional

Algumas das mais importantes companhias do mundo estão nos Estados Unidos. Isso faz com que o estudante estrangeiro matriculado em uma universidade norte-americana esteja mais próximo dessas empresas.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.