text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Você sabia que é possível fazer cursos técnicos na Austrália?

      
Você sabia que é possível fazer cursos técnicos na Austrália?
Você sabia que é possível fazer cursos técnicos na Austrália?  |  Fonte: Shutterstock
Acompanhe tudo sobre a Expo Educação Austrália e Nova Zelândia e fique por dentro

Quando se fala em estudar fora, muitas pessoas lembram de PhD, doutorado e mestrado e se esquecem de outras possibilidades. Por exemplo, você sabia que é possível fazer cursos técnicos na Austrália? Conhecidos como VET - Vocational Education and Training, esses cursos são uma opção para quem quer se qualificar, mas sem a exigência do nível universitário. Direto da Expo Educação Austrália e Nova Zelândia, a Universia Brasil reúne tudo o que você precisa saber sobre essa modalidade, confira!

Assim como no Brasil, os cursos técnicos possuem uma duração menor e um custo mais baixo do que os universitários. Para se compreender melhor, um VET seria aproximadamente o tipo de graduação que se obtém por meio do Senac, por exemplo. As principais áreas abrangidas por eles são business e finanças, turismo e hospitalidade, construção e engenharia, artes visuais, tecnologia da informação e trabalhos comunitários.

Para poder oferecer esse tipo de serviço, o governo australiano criou as TAFE - Technical and Further Education, escolas de ensino técnico com cursos ministrados e orientados pelo governo. É possível encontrar esse tipo de curso em universidades, faculdades e institutos. Com uma forte conexão com as indústrias, os cursos são constantemente atualizados de forma a tender às necessidades do mercado de trabalho.

Em geral, as aulas começam em janeiro e em julho, porém, existem escolas privadas que oferecem outras datas. Uma das vantagens de concluir o TAFE é que ao final, você sai habilitado para buscar emprego na área estudada . Também há a possibilidade de dar continuidade aos seus estudos em universidades australianas, por meio dos créditos obtidos durante as TAFE.

DURAÇÃO

Na Austrália, os cursos profissionalizantes são separados em módulos e compostos por Certificates (certificados divididos em I, II, III E IV), Diploma e Advanced Diploma. É comum que os estudantes brasileiros iniciem o curso já no Certificate IV. O tempo de duração, porém, vai demorar de acordo com os módulos. Em geral, cada módulo possui duração de 3 meses a um ano, variando conforme o curso e escola.

Vale lembrar que o aluno recebe um certificado por cada módulo completado , logo, se você quiser interromper a formação, mas já tiver completado, por exemplo, três módulos, você terá os certificados de cada um deles. A carga horária mínima é de 20 horas semanais, algo exigido pelo governo australiano para a concessão do visto estudantil.

O QUE É PRECISO?

  • Ter mais de 18 anos
  • Para poder aplicar a um curso das TAFE, é necessário atender a alguns pré-requisitos. São eles:
  • Possuir certificado de conclusão do 2º grau
  • Realizar o teste de Proficiência na Língua Inglesa do TAFE WA (que é feito gratuitamente) para saber quanto tempo de inglês será preciso estudar antes de atingir o nível necessário.
  • O TAFE WA também aceita as notas do IELTS (superiores a 5.5 em todas as áreas) ou do TOEFL.

Quer saber e conhecer mais sobre os cursos profissionalizantes da Austrália? A TAFE Queensland é uma das participantes da segunda edição da Expo Educação Austrália e Nova Zelândia, feira de intercâmbio que reúne as principais universidades da Oceania no Brasil e acontece nos dias 23, 25, 26 e 28 de março em Porto Alegre, Curitiba, São Paulo e Belo Horizonte, respectivamente.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.