text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

O auxílio da música para estudar e se concentrar

      
O fato é que a música ou som é menos importante em si do que pelo efeito relaxante e de concentração que ele provoca no ouvinte.
O fato é que a música ou som é menos importante em si do que pelo efeito relaxante e de concentração que ele provoca no ouvinte.  |  Fonte: iStock

EFEITO MOZART


Geralmente, são citadas o poder de certos estilos musicais no funcionamento cerebral. Neste sentido, Mozart e Bach são sempre citados como músicos que compuseram várias obras imortais com efeitos fascinantes não somente no cérebro, mas em nossas emoções. 


Mozart, em especial, foi analisado a tal ponto que existem tanto os que defendem o efeito de suas obras no aumento da inteligência (Efeito Mozart), quanto aqueles que afirmam que não existe tal efeito no desempenho cerebral.


Ver https://concertino1.websiteseguro.com/index.php?option=com_content&view=article&id=1133&Itemid=


https://brazil.skepdic.com/mozart.html


Na realidade, os sons que estimulam o relaxamento e a meditação são muito mais eficazes quando o assunto é música para estudar e se concentrar. Neste sentido, existem muitos estudos e pessoas que trabalham especificamente com este tipo de música como uma forma de terapia.

Ver https://blog.spartancast.com.br/beneficios-das-musicas-de-meditacao-nas-ondas-cerebrais/


MÚSICA E MEDITAÇÃO


O fato é que a música ou som é menos importante em si do que pelo efeito relaxante e de concentração que ele provoca no ouvinte. Este estado de relaxamento é o mesmo que se chega através da meditação.


Por outro lado, os efeitos da meditação na melhora da concentração e até mesmo no aumento do QI já são estudados e comprovados há tanto tempo, que existem cursos sérios e workshops que são ministrados para grandes empresas com o objetivo de melhorar o rendimento dos funcionários. 


Isto já havia sido noticiado pelo Universia em 2015 no artigo intitulado “Entenda por que meditar pode ser um meio de se preparar para o Enem 2015”.


Ver https://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2015/07/22/1128738/entenda-meditar-pode-meio-preparar-enem-2015.html


Não existem dúvidas de que a música auxilia sim o estudo e a concentração, em especial porque, dependendo da música, ela pode estimular no cérebro o mesmo efeito de uma meditação. 


Em 2011, pesquisadores da Universidade Harvard publicaram um estudo no qual analisaram durante oito semanas, os participantes de um programa de mindfulness no Hospital Geral de Massachusetts. Os exames de ressonância magnética mostraram mudanças estruturais no cérebro nas regiões ligadas ao aprendizado e à memória, e os próprios pacientes relataram redução no stress.


Ver https://news.harvard.edu/gazette/story/2011/01/eight-weeks-to-a-better-brain/


MINDFULNESS, OU A TÉCNICA DA ATENÇÃO PLENA


Muito popular nos últimos, anos a Mindfulness é uma técnica de meditação adaptada para os moldes ocidentais que faz com que os praticantes pratiquem uma série de exercícios para desenvolver a atenção plena no momento. 


O Mindfulness já é adotado por muito tempo por vários empresários e famosos. Oprah Winfrey é uma das mais conhecidas adeptas da técnica de meditação, e o técnico de basquete da NBA, Phil Jackson, detentor de 11 títulos como treinador. Phil Jackson é conhecido justamente por ter levado suas equipes à vitória através da prática do Mindfulness.


Em outras palavras, os benefícios da meditação não são apenas cognitivos, mas possuem reflexo inclusive no desempenho atlético. 


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.