text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Curso técnico de farmácia: o que prestar atenção ao escolher o seu

      
O curso de farmácia conta com a opção de graduação e curso técnico.
O curso de farmácia conta com a opção de graduação e curso técnico.  |  Fonte: iStock

Graduação ou Curso Técnico em Farmácia?


Qual tipo de curso você deve escolher? Essa dúvida é muito comum entre os jovens que estão cogitando qualquer curso que seja oferecido sob a modalidade de graduação e curso técnico. É importante conhecer as diferenças e para determinar qual é o mais indicado para o seu perfil.


O primeiro aspecto básico dos cursos de graduação é que eles apresentam uma duração maior do que os técnicos, o que significa que ele terá uma formação mais abrangente. Isto nos traz a grande diferença entre os cursos: a limitação para atuação profissional. Os técnicos tendem a ter sua atuação limitada a cargos mais operacionais, sendo vedado que assumam certas posições a depender da carreira.


No caso de farmácia, você deve ponderar o seu interesse na carreira, já que os farmacêuticos possuem uma pluralidade de áreas de atuação. Se você ainda está perdido nesta escolha, vamos te ajudar traçando alguns pontos que você deve estar atento ao fazer a opção pelo seu curso.


Está interessado(a) em estudar Farmácia? Inicie aqui o seu percurso universitário.

Mais informações

O que prestar atenção?


  • Você tem pressa para começar a trabalhar em farmácia?


Os cursos técnicos apresentam uma duração bem menor, com cerca de 2 anos de curso, e ao final, você já está apto a entrar no mercado de trabalho. Por outro lado, os cursos de graduação apresentam uma duração consideravelmente maior (5 anos). Esta carga horária maior proporciona ao aluno um aprofundamento maior e um estudo mais abrangente, o que se reverte no longo prazo em mais possibilidades de carreira e salários melhores.


  • Você tem noção da sua área de atuação desejada?


A depender das suas aspirações na profissão, caso existam, você deve necessariamente optar pelo curso de graduação em farmácia. Como dito, existem cargos onde a qualificação do profissional deve ser maior e a procura vai ser por bacharéis, não técnicos. 


Posições em laboratórios e empresas farmacêuticas mais voltadas para o ramo de pesquisa e desenvolvimento de medicamentos e vacinas, por exemplo, costumam estar mais direcionadas para profissionais graduados, ao passo que os cargos mais operacionais como o farmacêutico responsável em drogarias de bairro e nos laboratórios de análises clínicas costumam ser ocupadas por técnicos.


  • Qual é a sua disponibilidade financeira para investir no seu curso?


Os cursos técnicos costumam ter mensalidades mais baratas do que os cursos de graduação, isso sem sequer considerar sua duração. A mensalidade, por si só, já costuma ser mais barata pela carga horária ser menor, mas principalmente pela exigência de laboratórios e equipamentos que as faculdades devem ter para ter um curso de farmácia autorizado como graduação.


Um fator vantajoso para os cursos superiores é que eles estão inseridos nos programas de incentivo promovidos pelo governo federal como o ProUni (oferece bolsas de estudo) e o FIES (programa de financiamento com juros mais baixos).  


  • Tenha conhecimento da controvérsia sobre o reconhecimento do técnico de farmácia.


A regulamentação das profissões é feita conforme há interesse e pressão de uma categoria no governo. O técnico em farmácia não possui registro junto aos conselhos regionais, mas existe um movimento que busca garantir a essa categoria o mesmo direito ao registro que gozam os concluintes das graduações.


Ainda que exista essa impossibilidade de obtenção do registro, as vagas destinadas aos técnicos costumam exigir apenas o diploma ou certificado de conclusão de curso. Este é inclusive um excelente parâmetro para você determinar se o curso técnico é adequado às suas aspirações profissionais. Se você almeja uma vaga em que o registro no conselho é essencial, não meça esforços para ingressar em uma graduação e seguir os seus sonhos.


A oferta de cursos técnicos é bem grande no país e o mercado é bastante promissor. Ainda que os salários sejam menores, a possibilidade de ingressar mais cedo no mercado e ter a sua renda pode ser exatamente o que você procura.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.