text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Como é estudar na Europa tendo dupla cidadania

      
Estudar na Europa é o sonho de muitos brasileiros com e sem dupla cidadania.
Estudar na Europa é o sonho de muitos brasileiros com e sem dupla cidadania.  |  Fonte: iStock

O sonho de cursar uma graduação na Europa é compartilhado por muitos brasileiros. Para aqueles que já possuem a dupla cidadania, ele ainda pode estar ainda mais próximo graças às vantagens que o passaporte europeu te oferece. Você sabe quais são essas vantagens? Se ainda tem dúvidas, vamos te ajudar a tornar seu sonho uma realidade em 2020.


O custo de uma graduação no exterior pode ser desanimador para o jovem brasileiro. Aqui temos uma grande oferta de cursos de qualidade nas universidades públicas, onde o estudante tem o curso integral oferecido de forma gratuita. 


No exterior, porém, essa realidade é bastante diferente. Muitos países oferecem o ensino superior gratuito apenas aos seus cidadãos. É nesse momento que pode surgir a oportunidade perfeita de estudar fora para muitos brasileiros que possuem dupla cidadania. 


O que é dupla cidadania?


A cidadania é um atributo da pessoa que diz respeito a sua nacionalidade, isto é, o país de qual ele é cidadão. Cada nação é soberana para determinar as regras que ditam a aquisição da nacionalidade, seja ela originária ou derivada. 


A Constituição Federal brasileira prevê que todo filho de brasileiros e todos os nascidos em território nacional são brasileiros, mas outros países adotam outros regramentos.


É possível, portanto, que o brasileiro seja detentor de duas ou múltiplas nacionalidades, conforme o texto constitucional aliado ao ordenamento jurídicos dos países do qual também são nacionais. 


Os países europeus, em sua grande maioria, reconhecem o direito de requerer a nacionalidade aos filhos de seus cidadãos. Em razão disso, muitos jovens brasileiros pleiteiam a nacionalidade de seus avôs e bisavôs europeus, que imigraram para o Brasil no passado.


Por que estudar na Europa?


Estudar na Europa é uma oportunidade única. Trata-se de um continente que foi palco de grandes eventos históricos, onde o moderno e o clássico convivem harmoniosamente. Podemos elencar dezenas de motivos sobre por que estudar em uma universidade europeia pode transformar a sua vida, mas vamos destacar os cinco principais:


  1. Universidades renomadas - Os países europeus tem algumas das mais antigas e respeitadas universidades do mundo. A depender da sua área de formação, a Europa pode abrigar escolas que são a referência na sua profissão. Imagine estudar artes, história ou arquitetura e ter os museus e prédios europeus a seu redor todos os dias.

  2. Qualidade da educação - Os países europeus ocupam as posições mais altas nos rankings de educação, sendo muitos deles referência de ensino para o resto do mundo.

  3. Contato com diferentes povos - A pluralidade do povo e a presença de uma grande parcela de imigrantes faz com que você experimente culturas que nunca pensou que iria ter contato. 

  4. Possibilidades de viajar e conhecer outras culturas - Como os países europeus são menores do que o Brasil e possuem um sistema de transporte altamente eficiente, em algumas horas, você pode estar em quase qualquer países europeu. Imagine fazer viagens de fim de semana e conhecer diversos países a poucas horas de trem. Tudo isso é possível!

  5. Aprender novos idiomas - Muitas universidades oferecem disciplinas de inglês e de outros idiomas, já que seus alunos vêm de diferentes países.


As vantagens de ter dupla cidadania


Uma das principais vantagens de ter a dupla cidadania é ser detentor do passaporte europeu. Essa condição torna o seu titular um cidadão europeu e dispensa a exigência de visto de estudante para o jovem que deseja cursar o ensino superior nos países da Europa, inclusive outros que não aquele do qual é nacional.


Além disso, uma outra vantagem está ligada ao valor das mensalidades dos cursos. O ensino na Europa recebe um grande financiamento do governo, o que significa que estrangeiros, em geral, pagam valores diferenciados quando decidem ingressar em uma de suas escolas superiores. 


Os alunos portadores de nacionalidade europeia, em geral, têm direito a uma redução significativa da mensalidade, em razão do financiamento estatal, ou até mesmo a gratuidade


Por fim, há a questão das vagas. Muitas universidades destinam apenas uma parcela restrita das vagas aos cidadãos estrangeiros, reservando a maior parte delas aos europeus. Assim, a dupla nacionalidade ainda pode te ajudar a conquistar a sua tão sonhada vaga.


Se você é portador de dupla nacionalidade e tem o sonho de estudar na europa, aproveite esta oportunidade para garantir uma educação de qualidade nas melhores e mais tradicionais instituições de ensino do mundo.


Se você quiser experimentar estudar no exterior, você pode pesquisar os diversos cursos de verão oferecidos para estrangeiros. A duração e valores varia, mas você encontra oportunidades de curta duração.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.