Notícias

Software contra o câncer de mama

      

Por Lilian Burgardt

Pesquisadores da Escola de Engenharia da USP (Universidade de São Paulo) em São Carlos criam novo aliado para a detecção precoce do câncer de mama. Trata-se de um esquema computadorizado de auxílio ao diagnóstico conhecido pela sigla CAD (Computer Aided-Diagnosis), capaz de classificar com exatidão exames de mamografia e definir com 89% de precisão o risco de tumores malignos.

O sistema desenvolvido no Laboratório de Análise e Processamento de Imagens Médicas e Odontológicas tem como principal objetivo fornecer uma segunda opinião aos médicos no diagnóstico deste tipo de câncer. "Esta é mais uma ferramenta de precisão que pode auxiliar especialistas a darem seu parecer na luta contra o câncer", ressalta o professor e coordenador da pesquisa, Homero Schiabel.

Além disso, preocupados em fornecer um conjunto de informações de qualidade, a equipe de pesquisadores procurou dar atenção especial à definição das imagens. "Embora a idéia de um software de diagnóstico de precisão do câncer de mama não seja extamente uma inovação, já que existem projetos similares disponíveis, nossa grande vantagem está ligada à qualidade da definição da imagem. Para isso trabalhamos com um esquema especial de processamento que pudesse fornecer um conjunto de informações com alta precisão", conta.

A partir deste diferencial, o programa permite uma redução significativa do número de biópsias desnecessárias. Para se ter uma idéia, atualmente para cada 100 pacientes encaminhados (vale lembrar que câncer de mama, embora raro, também é um problema masculino) para a realização das biópsias, apenas 30 têm resultado positivo.

O esquema computadorizado desenvolvido pelos pesquisadores da USP partiu da elaboração do software de classificação da então doutoranda Ana Cláudia Patrocínio, e conta com o apoio do ICMC - USP (Instituto de Ciências Matemáticas da USP), da EPM (Escola Paulista de Medicina) e com importantes instituições de fomento à pesquisa do país como a Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) e o CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico).

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.