text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Unioeste promove espetáculo sobre a vida de Carmem Miranda

      
"...Uma Tal de Carmem", espetáculo baseado na vida de Carmem Miranda, que tem a direção de Dnize Castro e é interpretada por Silvia Chamecki, será apresentado no próximo dia 21, a partir das 20h30, no Centro Cultural Gilberto Mayer, em Cascavel.

O espetáculo será mostrado ainda em Toledo, no dia 22, no auditório do Campus da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), e no dia 23 no auditório do Campus de Foz do Iguaçu, sempre às 20h30, com entrada franca.

O espetáculo, que é promovido pela Unioeste, através da Divisão de Cultura da Pró-Reitoria de Extensão e das Secretarias de Estado da Cultura e Municipal de Cascavel, é um grande trabalho de pesquisa realizado nos estados Unidos pela atriz e dramaturga curitibana Silvia Chamecki.

"Peço que levem em conta o fato dessa ser uma produção dedicada à um público de faixa etária muito variada pois os mais jovens serão motivados a conhecer a vida da única artista a brilhar realmente nos Estados Unidos e os mais velhos a reverem os acontecimentos e se emocionarem com uma estória verdadeira pouco conhecida na sua profundidade. Além disso, o espetáculo tem um humor que provoca e incita à reflexão", diz a atriz sobre o trabalho que apresenta.

No palco, Silvia mostra como a fama e a fortuna podem conduzir ao infortúnio, caso a liberdade do artista seja limitada. "Imagine como Carmem Miranda se sentiu ao sair do Brasil cantando samba e acabar tendo que direcionar sua carreira para ritmos como a rumba e a salsa", observa ela.

Carmem Miranda morreu aos 46 anos de idade, em 1955, vítima de forte de depressão. Mas, embora a montagem não seja uma ficção e contenha dados biográficos reais, Silvia prioriza mesmo as emoções. "Falo da esperança que a pessoa tem antes de partir e do momento em que ela chega no outro país e percebe que todos os seus valores culturais estão anulados".

"...Uma Tal de Carmem" tem 60 minutos de duração, com uma produção simples, sem nada de grandes saltos ou vaporosas saias. "Uso uma roupa preta para que se sobressaiam unicamente as emoções dela", explica a atriz. A produção do espetáculo é de Simone Doege, o cenário de Andressa Ferrari, a sonoplastia de Karina Pereira e a iluminação de Sandro Glodzinski.

Fonte: Unioeste
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.