text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

UFRJ apresenta novo plano de segurança no campus

      
Aconteceu na segunda-feira, no prédio da reitoria da UFRJ, a apresentação de um Plano de Segurança para a UFRJ. As lideranças da universidade ouviram as propostas do Secretário de Segurança, Roberto Aguiar e do Sub-secretário de Segurança, Ronaldo Rangel.

No projeto existem duas etapas de implantação: uma a curto prazo, dependendo inteiramente da ação da Secretaria de Segurança. Outra, a médio e longo prazo, depende do encaminhamento da comunidade da UFRJ, decidindo se é adequado ou não, e da articulação com outros braços administrativos, como Corpo de Bombeiros.

Pontos importantes do Plano de Segurança:
- Implantação de dois Polígonos de Segurança, que funcionam com uma viatura parada e a outra em patrulha, com as duas se revezando periodicamente, em um total de 4 viaturas no campus da Ilha do Fundão.
- Implantação de um Posto de Policiamento Comunitário na Ilha do Fundão.
- Treinamento dos Vigilantes da UFRJ.

A secretaria propôs também uma ação complementar, que consiste dos seguintes pontos:
- Instalação de uma Delegacia do Meio Ambiente.
- Instalação de um Ponto de Observação e Heliponto.
- Instalação de um Batalhão de Vias Especiais.

Declarações de pessoas que participaram da reunião:

Secretário de Segurança: "A nossa preocupação com a segurança pública na universidade é a preocupação de nós diminuirmos a violência e estabelecermos uma cultura de paz dentro da universidade, porque a universidade é a parte mais iluminada que existe no contexto urbano. Isto é, para a produção do saber, da pesquisa, para a construção de novas teorias e novos procedimentos, é preciso tranqüilidade.

È preciso dar isto para os professores, funcionários e principalmente para os alunos, que existem em grande número. Outro ponto importante é que a universidade tem um papel iluminador para a segurança pública. Isto é, a possibilidade de sua contrapartida na universidade é nos ajudar a nos aperfeiçoarmos, a nos tornamos mais rigorosos em nosso modelos, a tornar nossa práticas mais eficientes, e a universidade tem uma massa crítica muito grande para nos ajudar neste sentido".

Presidente da Associação dos Moradores da Vila dos Funcionários: "Vejo a iniciativa positivamente, porque há realmente carência de segurança, mas é preciso cuidado no tratamento da polícia no trato com a comunidade, para que não se repitam episódios ruins como o do vestibular e da ocupação da reitoria por parte de estudantes e funcionários, ambos ocorridos na gestão passada".

Prefeita do Campus Universitário: "O que achei importante na apresentação da Secretaria de Segurança foi a preocupação com a sensação de segurança das pessoas. Alguém que sente que existe uma estrutura física e operacional funcionando a seu favor fica muito mais tranqüilo, e isto é muito importante. Outro ponto fundamental é que trata-se da primeira iniciativa que pode integrar o campus à malha urbana".

Fonte: UFRJ
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.