text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Corrida ACM/Unãrp reúne esporte, tecnologia e solidariedade

      
A 3ª Corrida ACM Unãrp realizada no domingo pelos bairros Jardim Irajá e Jardim Canadá, com percurso de oito quilômetros, além de contribuir para ampliar a divulgação da qualidade de vida e do esporte, também contou com uma nova tecnologia, um chip instalado no tornozelo para monitorar o atleta e ainda ajudou entidades como o Caminho da Criança e do Adolescente e o Projeto Saracura, da Unãrp.

Com a nova tecnologia, cada atleta já terminava a prova sabendo como foi sua atuação, não precisando esperar pela divulgação oficial dos organizadores do evento. Essa tecnologia visa tão somente o benefício ao atleta, diz Marcos Sei Waiser, diretor da Cronoserver, empresa que ofereceu o equipamento e responsável pelo desenvolvimento da tecnologia.

O chip já foi utilizado em competições de ciclismo e triathlons, demonstrando um grande avanço na organização dessas provas. Toda a renda obtida com as inscrições para a 3º Corrida ACM-Unãrp foi revertida para programas sociais mantidos pela ACM Associação Cristã de Moços e pela Universidade de Ribeirão Preto - Unãrp.

Para a Diretora de Assuntos Comunitários e Estudantis da Unãrp, Vanessa Bonini Panico, a união entre ACM e Unãrp prova que os objetivos são atingidos mais precisamente quando o trabalho é realizado em conjunto. Uma parceria como essa amplia a divulgação da qualidade de vida e do esporte, além de ajudar entidades como o Caminho da Criança e do Adolescente e o Projeto Saracura, da Unãrp. Por outro lado, Plauto Garcia Leal, presidente da ACM, o evento também veio de encontro aos objetivos da Associação. Buscamos fazer com que o esporte seja acessível a crianças, jovens e idosos da comunidade e assim ser desenvolvido o aspecto físico e espiritual de cada cidadão, diz, reiterando que a parceria com a Unãrp foi fundamental para que esses propósitos fossem atingidos pelo evento.

Com o tempo de 24 minutos e 22 segundos, Gladson Silva Barbosa conquistou o primeiro lugar da corrida, na categoria masculina. Na categoria feminina, Ilzete da Silva foi a vencedora.

Além de premiar as melhores performances, a Corrida também contou com a participação de veteranos que têm no esporte uma paixão de longa data. É o caso de Antônio Franco, 67 anos, que completou a prova em 47 minutos e 13 segundos. Maratonista quando jovem, o aposentado afirma que a idade não é problema para ele e que esta é a primeira corrida que participa no ano.

Fonte: Unãrp

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.