text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Olhares sobre a cidade

      
João Paulo

A cidade é considerada uma das maiores invenções do homem. ? também cenário de alguns de seus maiores problemas. Estudar as cidades, por isso, significa aprofundar-se na história passada e projetar o futuro. Além de saber de onde viemos, é importante criar condições de realização da real cidadania no presente e no futuro. Compreender as organizações urbanas é tarefa que escapa a uma única disciplina, e é exatamente em função dessa realidade que a cidade se tornou tema do Instituto de Estudos Avançados e Transdisciplinares (Ieat) da UFMG. Uma das primeiras ações do Ieat foi a realização, em novembro e dezembro de 2003, do curso Cidades. O livro As cidades da cidade, que será lançado hoje, na Casa do Baile, reúne algumas das contribuições do projeto.

Organizado por Carlos Antônio Leite Brandão, o livro traz artigos de especialistas de vários campos do saber, buscando uma síntese que incorpore a contribuição de diferentes ciências. O primeiro ensaio, do economista e historiador João Antônio de Paula, funciona como um programa de todo volume, ao apontar a necessidade de tratar o tema tendo em vista tanto as contribuições da antigüidade como as questões colocadas pelos pensadores contemporâneos. O autor, ao final, apresenta ainda um roteiro básico para o estudo das cidades, com indicações de autores e obras que tratam da cidade antiga, medieval, barroca e moderna, da cidade-Estado nos séculos 17 e 18, da cidade do capital, da modernidade inaugurada no século 19, chegando à cidade pós-moderna.

Também de autoria de João Antônio de Paula, A cidade e a universidade mostra que, surgidas no mesmo momento histórico, as cidades e a universidade trazem algumas das promessas mais significativas da modernidade, como os projetos de emancipação humana e a pluralidade cultural. Como explica João Antônio, "a cidade, em seu sentido básico, como espaço de liberdade, é matriz essencial da universidade". O autor, no entanto, releva ainda a dimensão de crise, avaliando que a superação dos problemas próprios às cidades implica na superação da crise geral da sociedade brasileira, na qual se inscreve o projeto de universidade.

Em seguida, o organizador da coletânea analisa a relação entre a natureza da cidade e a natureza humana, tendo como referência a cidade ideal do quattrocento italiano, a promessa de Brasília e a tirania da Los Angeles retratada no filme Blade runner. Os demais ensaios, que confirmam a vocação multidisciplinar de As cidades da cidade, trazem contribuições de outras áreas do saber, como o estudo do meio ambiente, da demografia, da educação, do direito, do urbanismo e até das pesquisas sobre o lazer. São textos assinados por Cássio Eduardo Viana Hissa, Christiane Luce Gomes, Edésio Fernandes, Heloisa Soares de Moura Costa, Henrique Lins de Barros, Luciano Mendes de Faria Filho, Mauricio Campomori, Miracy Barbosa de Sousa Gustin e Roberto Luís Monte-Mór.

As cidades da cidade

Lançamento do livro organizado por Carlos Antônio Leite Brandão, hoje, das 19h às 22h, na Casa do Baile, Avenida Otacílio Negrão de Lima, 751, Pampulha.
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.