text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

UNIFESP e instituições nacionais e internacionais abrem a 4¦ Escola Latino-Americana de verão em Epilepsia

      

Durante dez dias consecutivos, pesquisadores das áreas básica e clínica de várias instituições nacionais e internacionais estarão reunidos em São Paulo, entre os dias 1 e 10 de fevereiro, para compartilharem, com os alunos participantes, os conhecimentos mais completos e atualizados em epilepsia.

Neste ano, a 4¦ Escola Latino-Americana de Verão em Epilepsia (Lasse), coordenada por Esper Abrão Cavalheiro, professor livre-docente do Departamento de Neurologia e Neurocirurgia da UNIFESP e diretor da Lasse, acontecerá entre os dias 1 e 10 de fevereiro de 2010, no Centro de Convenções Santa Mônica, em Guarulhos, São Paulo, e terá como tema "Epilepsia e o Tempo".

Aspectos da doença ao longo do tempo, seus estágios, diagnóstico e tratamentos serão alguns dos assuntos que serão abordados durante o evento.

De acordo com Fúlvio Alexandre Scorza, chefe da disciplina de Neurologia Experimental da UNIFESP e gerente executivo da Academia Latino-Americana de Epilepsia (Alade), espera-se que, ao final do curso, os profissionais da saúde tenham uma visão mais completa dos conhecimentos necessários para o atendimento adequado das pessoas com epilepsia, cuja prevalência nos países latino-americanos varia entre 1% a 2% na população.

Scorza explica que, estudos da Internacional League Against Epilepsy (ILã) e da Organização Mundial da Saúde (OMS) evidenciam que o diagnóstico inadequado e o início tardio do tratamento são alguns dos grandes problemas relacionados à doença. "Com isso, a possibilidade de reversão, inclusive completa do quadro, acaba no desenvolvimento da refratariedade aos medicamentos, a ressecção cirúrgica do foco epiléptico e ao aumento do custo social do problema", afirma. "A disseminação dos conhecimentos atuais para profissionais da saúde e o contato com os progressos da pesquisa científica poderá estimular os jovens profissionais a enxergar de forma mais ampla os aspectos sociais, culturais e econômicos que envolvem a doença no país, bem como sua incidência e evolução."

Todo o cronograma do evento pode ser conferido no site www.lasse.med.br .

Entenda o que é a Escola Latino-Americana de Verão em Epilepsia (Lasse)
A Lasse é uma atividade do Programa Educacional da Internacional League Against Epilepsy (ILã), com o apoio da Liga Brasileira de Epilepsia (LBE) e participação de professores de várias instituições nacionais, entre elas a UNIFESP, e internacionais.

Com início em 2002, as "Escolas de Verão em Epilepsia" têm se tornado uma referência como uma nova experiência didática e acontecem uma vez por ano, com inscrições realizadas por profissionais da saúde de vários estados do país.

Sobre a UNIFESP
Criada em 1933 por um grupo de médicos reunidos em uma sociedade sem fins lucrativos, a Escola Paulista de Medicina (EPM) foi federalizada em 1956 e, em 1994, transformada em Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), primeira universidade especializada em saúde no País, abrigando em seu currículo de graduação os cursos de Medicina, Enfermagem, Fonoaudiologia e Tecnologias Oftálmica e Radiológica.

Em 2005, iniciou-se o projeto de expansão com a criação do campus Baixada Santista. Em 2007, dando seguimento ao processo de ampliação, a Unifesp implantou os campi de Diadema, Guarulhos e São José dos Campos. O ambicioso processo de expansão fez com que a Universidade saltasse de um para cinco campi e de cinco para 26 cursos. Com os novos campi, a Instituição deixou de atuar exclusivamente no campo da saúde, inaugurando cursos nas áreas de humanas (Guarulhos), exatas (São José dos Campos) e Biológicas (Diadema). Atualmente, a Instituição conta com 4.545 alunos matriculados nos cursos de graduação, além de 17.400 nos cursos de pós-graduação e demais programas de especialização, residência, mestrado e doutorado. A Unifesp possui 883 docentes, sendo que 93% possuem título de doutor, um percentual que marca a qualidade de ensino oferecida pela maior universidade federal do País. Em 1940 a universidade, então Escola Paulista de Medicina, inaugurou o Hospital São Paulo, primeiro hospital-escola do País, hoje localizado junto ao Campus São Paulo, instalado no bairro Vila Clementino.

Fonte: Assessoria de Comunicação da UNIFESP

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.