text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

UFS abre curso de agronomia voltado para assentados rurais

      
O reitor da Universidade Federal de Sergipe, professor José Fernandes de Lima, anunciou hoje (30) a criação de um curso especial de Engenharia Agronômica voltado para os assentados rurais ligados ao Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST). O vestibular especial será realizado no mês de novembro e serão oferecidas 60 vagas para todo o Nordeste. As aulas começarão ainda este ano.

"Com esse curso, a UFS mostra que está atenta aos movimentos sociais e que procura dirigir suas ações para atender não apenas ao setor produtivo, mas também outros setores da sociedade, como o MST", entende o professor José Fernandes de Lima. Ele destaca que esta iniciativa é pioneira no País, da mesma forma que foi o programa de alfabetização de jovens e adultos executado pela UFS desde 1998, em todos os municípios do Estado. "Esse curso representa um grande avanço e mostra como deve ser a universidade do século XXI".

O curso especial de Engenharia Agronômica será mantido em convênio com o Incra e o Ministério da Reforma Agrária, através do Programa Nacional de Educação da Reforma Agrária - Pronera. As aulas serão ministradas no Campus Rural da UFS e no assentamento Quissamã. O professor Givaldo Hipólito Dantas, coordenador pedagógico do curso, acredita que o curso atenderá a uma parcela da comunidade que historicamente vem sendo excluída do acesso ao conhecimento. "Há uma carência histórica no tocante a assistência técnica para a área de reforma agrária", explica. De acordo com informações do Incra, em Sergipe existem 150 assentamentos rurais. Em todo o Nordeste são mais de 800 assentamentos.

Fonte: UFS
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.