text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Universitários podem ser a melhor saída para preencher o banco de sangue do HU

      
No início do próximo ano letivo, o estudante da USP começará as aulas com uma nova motivação: aumentar o estoque de sangue do Hospital Universitário (HU). A Fundação Pró-Sangue promoverá uma campanha publicitária, com cartazes e outdoors, que estimulará as doações de sangue entre os alunos da Universidade. A campanha será denominada de "Show da Doação".

As peças publicitárias farão uma alusão ao programa Show do Milhão, de Silvio Santos, e seu bordão "pedir ajuda aos universitários". Com essa frase, a campanha aponta a maior participação dos estudantes como o melhor caminho para suprir as necessidades do Banco de Sangue do hospital. Atualmente, o HU opera com apenas 30% da sua capacidade, devido ao baixo número de doações. O hospital, sediado na Cidade Universitária, atende a comunidade USP e os moradores da região do Butantã, na Zona Oeste de São Paulo.

Criando uma cultura
"Temos a necessidade de criar uma cultura de doação de sangue", aponta o gerente de comunicação da Pró-Sangue, Menandro Marques Guimarães. "Todos sabem que doar sangue é importante, que pode salvar vidas, mas ainda não têm o hábito de fazer a doação." Para Guimarães, a divulgação é a melhor maneira de se criar esse costume nas pessoas. "O Banco de Sangue do HU existe há mais de dez anos, mas é pouco procurado principalmente porque a maioria dos alunos da USP não sabe da sua existência."

A campanha foi criação dos alunos de Publicidade e Propaganda da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP. Com a parceria, os estudantes exercitam a criação aprendida na aulas e a Pró-Sangue recebe material para divulgar suas campanhas.

A Pró-Sangue é vinculada à Secretaria de Estado da Saúde e à Faculdade de Medicina (FM) da USP, com quem mantém relação técnico-científica. A atuação é em toda a Grande São Paulo, e a Pró-Sangue trabalha, além da coordenação das coletas, com pesquisas em áreas como a Hemofilia - é membro do Serum Cells and Rare Fluids (SCARF), grupo que reúne os melhores especialistas do mundo na doença. Para a campanha "Show da Doação", a Fundação espera a colaboração de patrocinadores. O custo estimado das peças está em torno de R$ 7 mil.

Fonte: USP
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.