text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

UEM pretende fazer transplantes de medula

      
A Universidade Estadual de Maringá (UEM) pretende realizar transplante de medula óssea - um projeto de médio prazo. Para isso, deverá participar da Rede Paranãnse de Referência em Terapia Celular a ser formada pelas universidades estaduais de Maringá, Londrina e de Cascavel e a Federal do Paraná, dentro de uma iniciativa da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti). Hoje (16), às 14 horas, na Reitoria, o assunto será discutido com o reitor Gilberto Pavanelli, pelos representantes do Projeto de Terapia Celular da UEM, com a participação do professor Ricardo Pasquini (UFPR) e Paulo César Camargo (Seti).

Serão checadas as necessidades da UEM, sua capacidade, infra-estrutura. Numa etapa posterior, as universidades elaborarão um projeto único. Como o Hospital de Clínicas da UFPR já realiza esse procedimento, fará a capacitação dos profissionais de outras instituições.

Segundo a diretora do Hemocentro de Maringá, Sílvia Maria Tintori, a necessidade da UEM passa pela construção de um prédio para abrigar ambulatório de hematologia e oncologia, unidade de quimioterapia, hospital dia para atender os transplantados, pela ampliação do Hospital Universitário e do Hemocentro. Também serão necessários equipamentos e pessoal. A partir de então, poderão ser realizadas as cirurgias.

Fonte: UEM
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.