text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Unifran oferece três mestrados reconhecidos pela CAPES

      
Governo estadual disponibiliza bolsas de estudos para os mestrados em Ciências e Letras. Outros órgãos de apoio à pesquisa também oferecem bolsas.

A Universidade de Franca - Unifran oferece Mestrados nas áreas de Ciências, Saúde e mais recentemente em Letras. Os três têm o reconhecimento da CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior ).

O Mestrado em Ciências da universidade tem conceito 4. Essa é uma nota dificílima de ser conquistada. Isso mostra a qualidade do nosso corpo docente, da infra-estrutura e da grade curricular , aponta Wilson Cunha, coordenador do programa.

No caso do mestrado em saúde, o coordenador, prof. Dr. Dionísio Vinha explica que são duas as linhas de atuação do curso: biodiversidade e indicadores de qualidade de vida; saúde, ambiente e desenvolvimento social. Estamos na 5ª turma. E temos dissertações que foram transformadas em trabalhos e publicados em revista internacional, principalmente na área de fitoterápicos (papers); trabalhos sobre prostituição na cidade de Franca, as seqüelas do ruído nas fábricas; levantamentos epidemiológicos sobre problemas fonoaudiológicos, odontológicos e fisioterápicos; ação do cromo (metal muito empregado nos curtumes para preparar couro) sobre os fetos de ratas; muitos trabalhos na área da enfermagem e médica são alguns desses trabalhos, exemplifica Vinha.

O último Mestrado, aprovado recentemente pela CAPES, foi o de Letras com área de concentração em teorias do texto e do discurso. Foi o único da área aprovado pela CAPES em 2005 no Estado de São Paulo, lembra a Profa. Dra. Edna Maria F. dos Santos Nascimento, coordenadora do curso.

Saiba como conseguir uma bolsa para entrar no Mestrado Os Mestrados em Letras e Ciências da Unifran permitem que os professores da Rede Pública Estadual usufruam do programa Bolsa Mestrado para dar seqüência aos estudos a partir de 2006. Este programa, criado pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB), estabelece que terá direito à bolsa o professor que comprovar admissão em curso de mestrado ou doutorado reconhecido pela Capes e firmar compromisso de que permanecerá no magistério público estadual após a conclusão pelo prazo mínimo de dois anos. Cumprida essa exigência legal, o professor terá direito a ajuda financeira de R$ 720,00 mensais, que pagam as mensalidades da pós-graduação. Outra vantagem é que o bolsista fica liberado do cumprimento de 16 horas semanais, da carga de trabalho fixada em 40 horas por semana, para que possa se dedicar aos estudos relativos ao mestrado.

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - FAPESP também concede bolsas de estudos Nesse caso a qualidade do projeto de pesquisa (apresentado pelo aluno e orientador), o histórico escolar do aluno e principalmente pelo fato deste ter participado do desenvolvimento de projeto de iniciação científica durante a graduação, são alguns dos requisitos analisados pelos assessores da FAPESP para conceder uma bolsa de Mestrado. No ano passado, cinco projetos do nosso Programa foram aprovados e merecedores das bolsas. Entretanto, aprovar um projeto na Fapesp não é tarefa fácil, pondera Wilson Cunha

Um outro órgão que disponibiliza bolsas de estudos é a própria CAPES. São bolsas repassadas para a Coordenação do Curso, cabendo à universidade disponibilizá-las aos alunos. No caso da Unifran, no segundo ano do Mestrado, o aluno que tiver melhor desempenho nas notas e no projeto de pesquisa e não tiver vínculo empregatício algum, poderá candidatar-se a bolsa. No momento a CAPES repassa dez bolsas para a nossa universidade. Nenhuma delas fica um mês sequer sem destinatário, revela Vinha.

Fonte: Unifran

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.