text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Fonoaudiologia/Unoeste tem aprovações em mestrado e doutorado

      

Duas professoras e um ex-aluno ingressam em março de 2010 na Universidade Tuiuti do Paraná que tem nota máxima pela Capes/MEC

As professoras do Curso de Fonoaudiologia da Unoeste Patrícia Arruda de Souza Alcarás e Sandra Silva Lustosa foram aprovadas para cursarem o mestrado e doutorado, respectivamente, na Universidade Tuiuti do Paraná (UTP). Juntamente com estas aprovações, o egresso Victor Fortunato também será um dos mestrandos da mesma instituição a partir de março de 2010.

De acordo com a professora Patrícia Alcarás, o curso de pós-graduação é direcionado para os Distúrbios da Comunicação e o processo seletivo se baseou em análise do projeto apresentado, currículo e entrevista pessoal. "A nota Capes atual da UTP é a máxima (5). Para os profissionais que se dedicam à área acadêmica, a busca pela titulação é muito importante".

Para o egresso Victor Fortunato, que fará parte do mesmo programa de mestrado que Patrícia, ter a professora como colega de pós-graduação será muito proveitoso. "Ela é ótima profissional, vai ser muito interessante trocar conhecimentos com alguém que já é especialista na área de Audiologia".
O ex-aluno conta que o mestrado, além de proporcionar a titulação essencial para a carreira de qualquer profissional, dará a ele a oportunidade de se direcionar à área acadêmica futuramente. "Sempre tive interesse em lecionar, mas não quero me dedicar exclusivamente, já que gosto da prática da Fonoaudiologia. Pretendo levar em conjunto as duas atividades", revela.

Já a professora Sandra Silva Lustosa, aprovada para o doutorado também em Distúrbios da Comunicação, salienta que além do processo seletivo normal, teve que ser indicada por dois professores doutores: Flávia Yuri Shimizu e Maria Cristina Corazza que também são docentes da Unoeste. "As avaliações do MEC levam a titulação do corpo docente como característica essencial para a boa nota, não somente do curso, mas da instituição como um todo. Então, o profissional que decide se dedicar à área acadêmica precisa se atualizar".

De acordo com a coordenadora do Curso de Fonoaudiologia, Maria Cristina Corazza, é importante reconhecer a aprovação das professoras e do egresso, já que a Universidade Tuiuti do Paraná é uma das melhores instituições do país no que se refere à pós-graduação. "O corpo docente da Fonoaudiologia na Unoeste é bem capacitado em termos de titulação e sempre incentivamos não somente os professores, mas os acadêmicos a dar continuidade aos estudos. Percebemos que este trabalho tem proporcionado resultados positivos".

Fonte: Assessoria de Comunicação da Unoeste

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.