text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

UFPI:Após 22 anos de espera, HU será entregue à comunidade em 2010

      

Um sonho de mais de duas décadas finalmente se tornará realidade este ano. Após 22 anos de espera, a Universidade Federal do Piauí mais uma vez será decisiva na consolidação do Piauí como um estado-modelo em oferecimento de serviços de saúde e entregará à comunidade piauiense o Hospital Universitário. A obra promete mudar de modo significativo o ensino e o tratamento da saúde no Piauí.

Muito mais que uma reforma, o Hospital Universitário foi reconstruído e ampliado. Desta vez seguindo todos os critérios definidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Após sua finalização, o HU disponibilizará a população 212 leitos, sendo 24 deles de UTI, 50 consultórios, além dos espaços para a prática de conhecimentos, que incluem quatro salas de aula, laboratório áudio-visual e auditório com capacidade para 150 pessoas.

Após a inauguração, o HU passará a ser o maior hospital do Piauí, fazendo, também, com que a UFPI marque sua consolidação como grande Universidade do país, oferecendo à comunidade um espaço de aprendizado e de serviços, como afirma o reitor da UFPI, Luiz Santos Júnior. "Não se trata apenas de um hospital. Será um hospital-escola, onde serão realizados ensino, pesquisa e extensão", diz.

Com o Hospital Universitário em pleno funcionamento, os alunos da UFPI terão um amplo espaço de prática de conhecimentos e não precisarão mais realizar seus internatos e residências no Hospital Getúlio Vargas, como é feito atualmente. "Os acadêmicos do curso de Medicina realizam as residências no HGV. No início de 2010, quando o HU será entregue aos alunos e à comunidade, as residências serão transferidas do HGV para o HU", afirma o diretor clínico do Hospital, Dr. Edílson Carvalho.

O hospital conta com 21.400 mý, dos quais 15 mil mý foram ampliados. Entre os espaços mais adiantados na obra estão as duas alas que abrigarão os espaços destinados à hemodinâmica (conjunto de procedimentos médicos de intervenção na circulação sanguínea), clínica da mulher, área de coleta, pequenas cirurgias, endoscopia, centro cirúrgico e consultórios médicos e odontológicos.

Empregabilidade
Antes mesmo de sua inauguração, a obra do Hospital Universitário tem transformado a vida de muitas pessoas, que estão ocupando 400 empregos temporários em diversos setores da obra, como estrutura física, rede elétrica, revestimento, pintura, dentre outros. São engenheiros, mestres de obras, pedreiros e assistentes que trabalham diariamente na construção no maior hospital do Estado.

Quando funcionando em sua plenitude, o HU será também fonte de emprego e renda diretos para 1.111 pessoas, contratadas através de concurso público para integrar o quadro de funcionários do hospital. "Serão servidores que trabalharão desde a parte de saúde, até as áreas administrativas, de refeitório, limpeza, transportes e outros, compondo todo o aparato profissional que uma grande estrutura hospitalar como o HU necessita para funcionar", antecipa Edílson Carvalho.

Fonte: Assessoria de Comunicação da UFPI

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.