Notícias

Pesquisa feita por cientistas da USP identifica extratos bioativos em algas vermelhas

      

 

Na FCFRP (Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto) da USP (Universidade de São Paulo), pesquisadores conseguiram identificar extratos e substâncias com potencial antiprotozoário e antifúngico em algas vermelhas (Bostrychia tenella) coletadas em costões rochosos de Ubatuba, no litoral norte do estado de São Paulo. Os cientistas também conseguiram caracterizar extratos bioativos que poderão, no futuro, ser potencialmente utilizados na indústria farmacêutica.

 

Segundo o farmacêutico Rafael de Felício, que defendeu sua dissertação de mestrado sobre o tema, suas pesquisas envolvem estudos dos Produtos Naturais (substancias que são oriundas do metabolismo secundário) sintetizados por algas marinhas. Por meio de revisão da literatura sobre o tema não foram encontradas pesquisas sobre os metabólitos secundários desta espécie de alga vermelha, a Bostrychia tenella. Os metabólitos primários são aqueles essenciais para a sobrevivência do organismo, enquanto que os secundários são os ditos especiais, que exercem funções especificas para cada organismo, como de proteção contra fungos, predadores e competidores, além de feromônios sexuais.

 

Ao todo, os cientistas isolaram e analisaram 63 metabólitos secundários. Entre os 24 metabólitos fenólicos (substâncias aromáticas) identificados, de grande interesse são aqueles halogenados, como bromofenois, responsáveis pelas propriedades de sabor e aroma das algas. Os metabólitos halogenados são bastante raros em plantas e animais terrestres! Do ponto de vista científico, das 24 substâncias descobertas, três são inéditas na literatura científica e outras nove são inéditas como produtos naturais. A professora Hosana Maria Debonsi, do Departamento de Física e Química da FCFRP e orientadora da pesquisa, explica que os metabólitos inéditos como produtos naturais são aqueles que podem até terem sido sintetizados em laboratório, mas ainda não foram isolados a partir de organismos vivos. O estudo Produtos naturais marinhos: identificação de metabólitos fenólicos halogenados na macroalga Bostrychia tenella (Rhodomelaceae, Rhodophyta) e potencial biológico de microorganismos endofíticos associados, foi apresentado na FCFRP em outubro de 2010.



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.