Notícias

Conheça os benefícios de ser um universitário preguiçoso

      
(Crédito: Shutterstock.com)
(Crédito: Shutterstock.com)

 

Muitas pessoas acreditam que a preguiça é a um dos piores defeitos que se pode ter em um universitário. Afinal, por causa da preguiça, as pessoas não estudam tanto e não se esforçam para obter resultados melhores. Porém, não é bem assim que as coisas funcionam. Ser preguiçoso também tem os seus benefícios.

 

Leia também:
» Universitário: veja como contornar os seus problemas financeiros
» 3 dicas importantes para universitários
» 6 dicas para universitários garantirem um bom desempenho durante o semestre

 

O principal aspecto positivo de ser preguiçoso é o financeiro, principalmente para universitários que moram em outra cidade ou que precisam bancar as despesas de casa. Ter preguiça pode ser um ponto positivo. Primeiramente, os gastos com saídas e baladas diminuem drasticamente. Deixar de gastar dinheiro aos fins de semana é uma grande economia e, no final do mês, a diferença no bolso será gritante.

 

Além disso, estudantes preguiçosos costumam sair menos de casa. Isso economiza gasolina ou dinheiro com tarifas do transporte público, além de permitir que ele cozinhe a sua própria comida. Afinal de contas, imagina ter que se trocar para receber o entregador de pizza? É muito cansativo.

 

A preguiça também faz com que eles planejem melhor o tempo disponível. Já que eles querem ter o máximo de tempo livre, eles se preocuparão em ser objetivos e eficazes em suas tarefas. Ao invés de sair várias vezes para ir ao mercado, por exemplo, eles irão se programar para ir lá somente uma vez na semana.

 

Ser preguiçoso também torna as pessoas criativas. A preguiça faz com que você queira realizar coisas de forma mais rápida, fácil e eficiente. Sendo preguiçoso, você pode desenvolver ótimas técnicas e estratégias inovadoras para realizar atividades simples no dia a dia.

 

Por fim, a preguiça também proporciona benefícios físicos e mentais. Universitários preguiçosos costumam se estressar menos, e o estresse pode prejudicar muito o seu corpo e mente. Apesar de estudarem menos, eles irão ter uma experiência ótima na universidade e não sofreram os efeitos do estresse.

 

Portanto, não fique desanimado quando o chamarem de preguiçoso. A preguiça, apesar de não ser uma característica tão boa para um estudante, também pode ajudá-lo a contornar problemas do dia a dia.

 

 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.